Musculação pode evitar câncer, diabetes e outros problemas de saúde, diz estudo

Especialista em treino indica os melhores exercícios para iniciantes na academia

Musculação fortalece também a saúde
Musculação fortalece também a saúde - Shutterstock

por Redação SD
Publicado em 29/09/2021 às 17:00
Atualizado às 17:00

COMPARTILHEFacebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

A musculação é uma modalidade de atividade física que, a cada dia que passa, conquista mais fãs no Brasil. Porém, em um passado relativamente recente, não era bem assim. Com certas doses de preconceito, a prática era comumente associada ao uso de esteroides e anabolizantes, com o intuito de acumular mais e mais músculos no corpo.

Porém, com o passar do tempo ficou nítido que a musculação era muito mais do que isso. É claro que algumas pessoas usam substâncias ilícitas e sem acompanhamento médico, para acelerar seus resultados e, muitas vezes, acabam pagando caro por isso. Porém, como já vimos por aqui, exercícios de força, que promovem hipertrofia, podem ajudar até mesmo a emagrecer – já que quanto mais músculos, mais calorias são gastas.

E agora, segundo o estudo The role of the muscle secretome in health and disease – O papel do secretoma dos músculos em saúde e doença – publicado pela revista científica Frontiers in Physiology, a musculação, além de promover bem-estar, qualidade de vida e condicionamento físico também pode evitar o desenvolvimento de doenças graves, como o câncer e o diabetes.

A pesquisa observou a importância que um organismo musculoso, bem condicionado e saudável tem na saúde das pessoas. E de acordo com o que foi publicado, quando os músculos são bem trabalhados, eles liberam cerca de 650 substâncias positivas para o bem-estar do organismo humano. Esses componentes produzidos pela musculatura podem auxiliar na prevenção de câncer, diabetes, demência, fragilidade óssea, inflamações em geral e até mesmo aumentar a resposta imune de vacinas contra a Covid-19.

No entanto, os benefícios não param por aí. Como já falamos, o corpo humano gasta muitas calorias apenas para manter os músculos do jeito que estão. Portanto, quanto mais músculos se constrói, maior será o consumo calórico e, consequentemente, a perda de gordura corporal. Sem falar nas calorias utilizadas diariamente para realizar os treinos de musculação, que ainda liberam hormônios do bem-estar, como serotonina e endorfina, responsáveis por melhorarem a saúde mental como um todo.

Ou seja, todos esses benefícios são motivos mais do que suficientes para encorajar as pessoas a saírem do sedentarismo. Para quem ainda tem insegurança ou receio de entrar em uma academia e ficar perdido na imensidão de pesos e máquinas, a educadora física Natalia Bruzzone listou os principais exercícios que um iniciante pode fazer, para cada grupo muscular:

  • Pernas: leg press;
  • Peito: supino máquina;
  • Costas: pull down;
  • Ombros: desenvolvimento máquina;
  • Abdômen: abdominais máquina;
  • Lombar: extensão de costas máquina

De acordo com a especialista, a escolha por máquinas, sobretudo para iniciantes, é importante para amenizar possíveis erros de postura e execução. Além disso, é fundamental deixar a vergonha de lado e procurar o professor da academia para que ele possa te ajudar a definir a melhor rotina de treinos. Tudo de acordo com as individualidades e objetivos de cada um. Vale lembrar que, apesar dos exercícios descritos por Bruzzone serem básicos e indicados para a maioria das pessoas, não necessariamente eles serão as melhores opções para você. Por isso, o auxílio de um profissional é imprescindível nessa hora.

Fonte: SportLife

TAGS

Leia também