Americano quebra todos os 14 ossos da face após cair do terceiro andar de prédio

Justin Starks caiu acidentalmente de varanda no terceiro andar de um prédio e não sofreu danos no crânio, o que surpreendeu os médicos

Justin Starks caiu acidentalmente de varanda no terceiro andar de um prédio
Justin Starks caiu acidentalmente de varanda no terceiro andar de um prédio - Reprodução Daily Star

por Redação SD
Publicado em 08/06/2022 às 13:32
Atualizado às 13:32

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

Um americano de 24 anos fraturou todos os 14 ossos da face após cair acidentalmente de uma varanda no terceiro andar. O surpreendente é que Justin Starks, engenheiro de software, não sofreu danos cerebrais ou fraturas no crânio, e teve uma recuperação incrível.

Ao cair acidentalmente do terceiro andar de um prédio, em dezembro do ano passado, o morador da Califórnia (EUA) atingiu o chão com o queixo e fraturou todos os ossos faciais, incluindo os ossos nasais, ossos palatinos e mandíbula.

"Embora eu não me lembre do momento do impacto, sei que caí no queixo", disse o americano, de acordo com o "Daily Star". "O meu queixo se abriu e reverberou pelo resto do meu rosto e quebrou todos os ossos", completou ele.

De acordo com Justin, os médicos que o atenderam ficaram "extremamente chocados" com a quantidade de danos registrados nos exames de imagem. A equipe de profissionais se surpreendeu especialmente com o fato de não haver fraturas no seu crânio, apesar da altura da queda.

O americano teve que passar por duas complexas cirurgias para reconstruir o rosto, e tem uma terceira prevista para o fim deste ano. No primeiro procedimento, os médicos fundiram a mandíbula de Starks, restringindo seus hábitos alimentares a somente “caldo e água” para que ele evitasse mastigar.

Após a segunda cirurgia, de procedimentos reconstrutivos, o lado esquerdo do rosto do engenheiro de software inchou, o que o deixou com algumas inseguranças. Ele declarou ao Daily Star que, após a terceira e última cirurgia, estará a caminho de se sentir “100% normal”.

Leia também