Não pode mais comer doce? 9 mitos e verdades sobre dieta para diabéticos

Nutricionista esclarece as principais dúvidas sobre o que comer ou não. Entenda como funciona a dieta para diabéticos

Dieta para diabéticos precisa de equilíbrio e sabedoria
Dieta para diabéticos precisa de equilíbrio e sabedoria - Shutterstock

por Redação SD
Publicado em 26/06/2022 às 14:00
Atualizado às 14:00

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

Que uma dieta para diabéticos deve ter os níveis de açúcar minuciosamente controlados, não é novidade para – quase – ninguém. No entanto, existem algumas crenças no imaginário popular e outras “verdades” nem tão absolutas assim.

Será que uma dieta para diabéticos não pode ter doce de jeito nenhum? Frutas estão liberadas? Precisa ter cuidado com outros alimentos? Para responder essas e outras dúvidas, a nutricionista Marlucy Lindsey Vieira listou uma série de mitos e verdades sobre o tema. Confira:

1 – O açúcar interfere diretamente no surgimento do diabetes? Verdade!

De acordo com a nutricionista, é justamente o consumo excessivo de açúcar que provoca uma espécie de sobrecarga no pâncreas – órgão que produz insulina. Com suas capacidades limitadas, ocorre um aumento do nível de glicose no organismo e isso pode resultar em diabetes tipo 2.

2 – Pessoas com alimentação saudável estão livres de qualquer perigo? Mito!

Além do consumo excessivo de açúcar, fatores genéticos, problemas de pressão alta, colesterol desregulado, distúrbios hormonais e outras condições também podem provocar o desenvolvimento do diabetes.

3 – Outros alimentos, além dos doces, podem contribuir para o diabetes? Verdade!

O consumo excessivo de carboidratos simples, como pães, massas e batatas também pode provocar a doença. Isso acontece porque a absorção desses alimentos é mais rápida e eles rapidamente se transformam em glicose no organismo. Causando efeito semelhante ao açúcar.

4 – Outros tipos de açúcar são inofensivos? Mito!

O consumo de açúcar comum, mascavo, demerara ou de qualquer outro tipo, se for excessivo e descontrolado, pode sim provocar o desenvolvimento do diabetes. “Assim como o açúcar refinado, o mel e outros açúcares também podem descompensar o diabetes, levando ao quadro de hiperglicemia (elevação dos níveis de glicose no sangue)”, conta Marlucy.

5 – Diabéticos podem consumir álcool sem preocupações? Mito!

“O diabético não deve ingerir bebidas alcoólicas porque o álcool pode desequilibrar os níveis de açúcar no sangue, alterando os efeitos da insulina e dos medicamentos orais, podendo provocar hiper ou hipoglicemia (queda vertiginosa das taxas de açúcar no sangue)”, afirma a nutricionista.

6 – Diabéticos não podem comer doce em hipótese alguma? Mito!

“O paciente diabético pode consumir doces em pequenas quantidades, quando associado a uma dieta e hábitos de vida saudáveis. O doce não pode se tornar um alimento do dia a dia e deve-se ter cuidado com a qualidade da sobremesa escolhida, de preferência pobre em gordura”, recomenda a especialista.

7 – Alimentação saudável pode prevenir diabetes? Verdade!

Para isso, a nutricionista recomenda não apenas uma alimentação saudável, com a ingestão diária de verduras e legumes. O ideal é evitar o consumo excessivo de açúcar, sal e gorduras. Além de abandonar o tabagismo, controlar o peso e iniciar a prática regular de atividades físicas.

8 – Frutas estão liberas? Mito!

“A frutose é um açúcar presente naturalmente nas frutas. O consumo recomendado a pacientes diabéticos é de, no máximo, três porções de frutas ao dia”, alerta a profissional.

9 – Adoçantes não oferecem risco? Mito!

“Antes de escolher qualquer um desses produtos, é importante ler os rótulos com atenção para saber qual o tipo de adoçante utilizado na composição e, sempre que possível, optar pelos naturais”, finaliza Marlucy.

Fonte: Marlucy Lindsey Vieira, nutricionista que atende na Unidade Básica de Saúde do Jardim Nakamura, gerenciada pelo CEJAM - Centro de Estudos e Pesquisas "Dr. João Amorim.

Leia também