Conheça os alimentos que reduzem o mau hálito

Para evitar esse problema é importante evitar jejuns prolongados

A maçã e cenoura evitam o acúmulo de bactérias que podem causar mau hálito
A maçã e cenoura evitam o acúmulo de bactérias que podem causar mau hálito - Shutterstock

por Julia Natulini
Publicado em 05/06/2021 às 12:00
Atualizado às 12:00

COMPARTILHEFacebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

A halitose, ou mau hálito, é um problema presente na vida de milhares de pessoas. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente 40% da população mundial sofre com este incômodo. Há as causas fisiológicas do mau hálito, como a halitose matinal, que é removida quando a higiene bucal é realizada.

No entanto, quando persistente, pode significar desordens orais, infecções, doença periodontal (inflamação gengival evoluída, que acomete o tecido ósseo), gengiva inflamada, saburra lingual (camada de restos alimentares na superfície da língua) e próteses porosas ou mal adaptadas.

Há também a possibilidade de desordens sistêmicas, como as úlceras gastrointestinais, diabetes mellittus, leucemia, estresse, ansiedade, entre outras. A higiene bucal, com o uso de fio dental e a escovação completa, é essencial, porque previne o acúmulo das bactérias responsáveis pelo mau cheiro, além de evitar cáries e tártaros.

Segundo a Bettina Del Pino, nutricionista a alimentação também pode ser aliada para evitar o problema. "Alguns hábitos alimentares ajudam a regular nosso organismo e, com isso, ajudam a combater o mau hálito. Além disso, é importante entender que alimentos gordurosos e industrializados, pela digestão mais lenta agravam o problema, como carnes gordurosas, pele de frango, fritura, queijos amarelos, doces e refrigerantes", pondera Bettina Del Pino.

Evite jejuns prolongados
Quando há um período prolongados de jejum, pode aumentar a produção de substâncias que são eliminadas por meio da respiração, causadoras do odor desagradável.

Mantenha-se hidratado
Ingerir no mínimo 2 litros de água por dia é um dos fatores mais importantes, pois estimula as glândulas salivares.

Opte por carnes magras
Uma troca inteligente é evitar carnes mais gordurosas e ter como preferência carnes magras, como: peixes e peito de frango.

Coma maçã, cenoura e pepino
Esses alimentos fazem uma limpeza dental quando comidos crus e, assim, evitam o acúmulo de bactérias que podem causar mau hálito.

Canela, gengibre e hortelã
Os três alimentos facilitam e estimulam a digestão, além de terem ação antioxidante, adstringente e termogênica.

Alerta
O mau hálito pode indicar algum problema estomacal ou de higiene dental, por isso recomenda-se procurar um médico ou dentista. Os alimentos citados são dicas e não substituem o atendimento profissional.

Leia também