Candidíase: Entenda o que é essa infecção

Ela pode causar coceira, secreção e inflamação

É fundamental estabelecer uma rotina de higiene diariamente
É fundamental estabelecer uma rotina de higiene diariamente - Shutterstock

por Julia Natulini
Publicado em 10/06/2021 às 13:01
Atualizado às 13:01

COMPARTILHEFacebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

A candidíase é uma infecção comum causada pelo fungo Candida albicans, que provoca coceira, secreção e inflamação. Muitas mulheres terão candidíase em algum momento da vida. 

De acordo com a Dra. Polyanna Pereira, ginecologista todas as mulheres já nascem com a cândida, mas ela está sob controle pelo nosso sistema imunológico. “Ela existe em todo nosso corpo, desde a boca, esôfago, ouvido, região genital masculina e feminina e região anal. Na maioria das vezes esse fungo se aproveita de uma queda da imunidade para se multiplicar e a partir disso surgem os sintomas clínicos", explica.

Segundo a ginecologista, alguns fatores podem ativar o fungo. "O mais conhecido pelas mulheres é uma inflamação na vagina, que pode causar secreção vaginal amarelada ou esverdeada, inchaço, coceira e ardência na região íntima feminina.

"Para evitar esse tipo de desconforto é recomendado ter uma boa alimentação, ou seja, com pouco açúcar e carboidrato. Também não é indicado o uso de calcinhas feitas com tecidos sintéticos que abafam a área íntima, além dos longos períodos com biquíni molhado", completa a médica.

Além disso, é fundamental estabelecer uma rotina de higiene diariamente. “Deve estar atento ao excesso na higiene com o uso de sabonetes íntimos contínuos, principalmente os perfumados.

É importante também que as calcinhas sequem em um local arejado para secarem de maneira adequada e se possível, não usar roupas íntimas durante o sono, pois também ajuda a prevenir infecções recorrentes", alerta a Dra. Polyanna.

As crianças e os bebês também podem ter candidíase, normalmente, na cavidade oral, quando são popularmente conhecida como "sapinho" ou até mesmo associado a assadura nas áreas cobertas pela fralda.

A médica ressalta ainda que a cândida pode atingir também os homens na região genital porém, é mais difícil isso acontecer, uma vez que o pênis é uma área exposta externa ao corpo do homem, principalmente na glande, vermelhidão local, dores na pele do prepúcio e dificuldade para urinar e ter relações sexuais.

Leia também