Terceira dose da CoronaVac pode aumentar a proteção contra a Covid-19; entenda

Sinovac realizou estudos sobre uma possível terceira dose da imunização e imunologista comenta sobre isso

"Resultados mostraram um aumento significativo dos anticorpos capazes de prevenir a infecção da Covid-19"
"Resultados mostraram um aumento significativo dos anticorpos capazes de prevenir a infecção da Covid-19" - Shutterstock

por Julia Natulini
Publicado em 12/08/2021 às 10:21
Atualizado às 10:21

COMPARTILHEFacebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

Recentemente a Sinovac, empresa desenvolvedora da vacina CoronaVac, divulgou que os resultados de dois estudos comprovaram os benefícios de uma possível terceira dose da imunização contra a Covid-19.

Uma das pesquisas foi realizada na China com adultos saudáveis de idades entre 18 e 59 anos, e o os cientistas sugerem a aplicação da terceira dose da vacina com um intervalo de seis a oito meses após a segunda. 

Em um dos estudos, os pesquisadores observaram que pode haver a necessidade da dose de reforço para adultos com 60 anos ou mais. Os resultados demonstraram um aumento significativo dos anticorpos capazes de prevenir a infecção da Covid-19.

O SD conversou com o Dr. Jefferson Russo Victor, biomédico e imunologista, e segundo ele, quanto maior o número de encontros que o sistema imune de uma pessoa tem com o mesmo organismo ou microrganismos causadores de uma doença, maior será a potência em termos e respostas imunes.

“Essa é principal a razão que justifica o fato de que muitas vacinas já são padronizadas com a utilização de duas doses, em alguns casos até são determinadas a utilização de doses adicionais, depois de anos a partir da primeira imunização”.

O biomédico ressalta ainda que esses estudos não só com a CoronaVac, mas com qualquer outra vacina podem demonstrar um aumento da produção de anticorpos e  imunidade dos indivíduos a partir de uma terceira dose.

Fonte: Dr. Jefferson Russo Victor, biomédico imunologista e professor do curso de Medicina da Universidade Santo Amaro – Unisa.

Leia também