Dor de garganta recorrente pode ser câncer de laringe; saiba como cuidar da saúde vocal

Descubra quando é a hora de se preocupar e procurar uma avaliação médica. Quando detectado no início, câncer de laringe tem 95% de chance de cura

Câncer de laringe costuma ser uma doença silenciosa
Câncer de laringe costuma ser uma doença silenciosa - Shutterstock

por Redação SD
Publicado em 05/04/2022 às 14:00
Atualizado às 14:00

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

Uma dor de garganta costuma ser um problema simples – causado por abusar de bebidas geladas no dia anterior – mas, também pode indicar a presença de doenças sérias, como o câncer de laringe, por exemplo. A verdade é que a condição pode ser provocada por inúmeros motivos, doenças e infecções. Por isso, por mais simples que pareça, é importante procurar um médico caso o desconforto aconteça com alguma frequência.

A boa notícia é que, no caso do câncer de laringe, a detecção precoce é um dos fatores primordiais para conseguir a cura da doença. “O câncer de laringe é uma doença insidiosa. O tumor vai crescendo sem dar grandes sinais de alerta e os sintomas muitas vezes são negligenciados pelos pacientes. Quando diagnosticado logo no início, há 95% de chance de cura”, ressalta a médica otorrinolaringologista Dra. Adriana Hachiya, Diretora da Academia Brasileira de Laringologia e Voz.

Mas, além da dor de garganta, que é um problema comum entre a maioria das pessoas, existem outros sinais que podem indicar um possível câncer de laringe. Por isso, é importante ter atenção. “Cansaço vocal, dor na garganta, dor no pescoço, sensação de corpo estranho na garganta, dificuldade para engolir e para respirar, ou rouquidão por mais de 15 dias devem ser avaliados imediatamente pelo especialista”, alerta o médico otorrinolaringologista Dr. Hugo Ramos, presidente da Academia Brasileira de Laringologia e Voz.

De acordo com dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer) a maior parte dos casos de câncer de laringe começam a se desenvolver na glote – área onde estão localizadas as cordas vocais, responsáveis diretamente pela fala. Por isso, uma importante medida de prevenção contra essa doença é cuidar bem dessa região do corpo. As recomendações dos especialistas são:

  • Controle o tom de voz e evite gritar ao falar;
  • Hidrate-se: consuma de 6 a 8 copos de água por dia;
  • Para os profissionais da voz: evitem excessos alimentares antes de usarem a voz profissionalmente;
  • Evite choques térmicos;
  • Use roupas confortáveis para não prejudicar a respiração e a postura;
  • Participe de corais com condução de profissionais: ajuda a manter a musculatura das cordas vocais fortalecidas;
  • Se tiver em crise alérgica, com gripe ou no período pré-menstrual, procure poupar a voz.

Por fim, vale ressaltar a importância de manter as consultas e exames em dia. Assim como o câncer de laringe, existem diversos outros tumores e doenças que se desenvolvem de maneira silenciosa dentro do organismo e dependem da detecção precoce para que o tratamento seja efetivo. Por isso, não deixe de procurar um médico periodicamente.

Leia também