Asma tem cura? 9 gatilhos que podem piorar os sintomas

Dia Mundial de Combate à Asma é oportunidade para conhecer melhor a doença que atinge cerca de 300 milhões de pessoas no planeta

Causa da asma ainda é mistério para a ciência
Causa da asma ainda é mistério para a ciência - Shutterstock

por Redação SD
Publicado em 02/05/2022 às 14:00
Atualizado às 14:00

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

Hoje, 02 de maio, é o Dia Mundial de Combate à Asma. Uma data simbólica para alertar e conscientizar as pessoas sobre esse problema que, infelizmente, é comum no planeta inteiro. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) a estimativa é de que a condição acomete cerca de 300 milhões de pessoas no mundo, sendo 20 milhões apenas no Brasil.

A asma, na verdade, é uma doença que atinge as vias aéreas ou os brônquios – canais que levam o ar para dentro dos pulmões. Ela costuma causar falta de ar, dificuldade para respirar, sensação de aperto no peito, chiado e tosse.

Geralmente, a asma é provocada por inflamações no sistema respiratório. No entanto, a causa exata do problema ainda é desconhecida. Acredita-se que o desenvolvimento da doença pode ter relação com fatores genéticos e ambientais.

Asma não tem cura

Infelizmente, a asma não tem cura. Mesmo que os sintomas sejam controlados e não se manifestem, o problema continuará. Por isso, é fundamental manter o tratamento médico em dia e evitar algumas situações que podem agravar a condição.

Dessa maneira, com a ajuda da SBPT, separamos 9 gatilhos que podem piorar os sintomas da asma e prejudicar o bem-estar do paciente. Confira:

  1. Ácaros. Eles pioram a asma por aumentar a inflamação dos brônquios;
  2. Fungos. Dentro das casas os fungos podem crescer no sistema de ar-condicionado, paredes de banheiros e fendas de superfícies. Também pioram a asma por aumentar a inflamação dos brônquios;
  3. Pólens. A polinização se dá após uma chuva prolongada, seguida de um clima seco e é comum na primavera. Os pólens também pioram a asma por aumentar a inflamação dos brônquios;
  4. Animais de estimação. Os pelos de animais podem piorar a asma, mas o grau e a frequência da exposição é que determinarão os sintomas;
  5. Fezes de barata. Exposição a fezes pode provocar sintomas de asma. Piora por aumento da inflamação dos brônquios.
  6. Infecções virais. Algumas infecções virais são capazes de causar ou agravar os sintomas de asma;
  7. Fumaça de cigarro. A fumaça do cigarro é prejudicial aos asmáticos, mesmo se o doente não fumar. Asmáticos filhos de pais fumantes estão sujeitos a piora dos sintomas e da própria gravidade da asma;
  8. Poluição. A exposição à poluição do ambiente, em geral, também pode piorar a asma;
  9. Ar frio. Ar muito frio e seco pode desencadear sintomas de asma por irritar os brônquios do asmático. Contudo, esse ar tem que ser muito frio, como o que ocorre nos invernos.

Fonte:Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT).

Leia também