Café coado com filtro de papel pode reduzir em 15% o risco de morte prematura, diz estudo

Bebida produzida com outros métodos, como prensa francesa ou expresso, traz menos benefícios. Veja como o café contribui para a saúde

Café coado pode ser mais benéfico que o expresso
Café coado pode ser mais benéfico que o expresso - Shutterstock

por Redação SD
Publicado em 27/04/2022 às 16:00
Atualizado às 16:00

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

O café pode oferecer uma série de benefícios a longo prazo para a saúde, principalmente se ele for coado com um filtro de papel. É o que indica uma vasta pesquisa publicada pelo periódico científico, European Journal of Preventive Cardiology.

De acordo com o estudo, o café coado em filtro de papel foi associado à uma capacidade de reduzir em até 15% o risco de morte prematura, por qualquer tipo de causa, em homens e mulheres. Enquanto a bebida produzida com outros métodos, como prensa francesa ou expresso, consegue diminuir essa chance em apenas 4% para os homens e 9% para as mulheres.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores analisaram dados de saúde de mais de 500 mil homens e mulheres, de 20 a 79 anos de idade, durante um período médio de 20 anos. Além da redução do risco de morte prematura, a bebida também foi associada à um menor risco de óbito por doença cardiovascular, doença cardíaca isquêmica e AVC (acidente vascular cerebral). O menor índice de mortes registradas foi entre as pessoas que bebiam de uma a quatro xícaras por dia.

Apesar disso, os benefícios do café para a saúde humana ainda são pequenos quando comparados com a prática de atividades físicas regulares e o controle do peso corporal. No entanto, a descoberta revela que aquele tradicional cafezinho preto pode desempenhar um papel importante para o bem-estar e a qualidade de vida a longo prazo.

Segundo Thalia Gutierrez, nutricionista clínica do Hospital São Cristóvão Saúde, o café também “ajuda no gasto calórico, aumenta a energia durante os exercícios, minimiza a fadiga e auxilia na perda de gordura. Além disso, é isento de calorias e possui excelentes vitaminas e minerais. Assim, pode ser considerado fonte de antioxidantes, que é essencial para aumentar a imunidade e manter o organismo em bom funcionamento”.

Mas, a especialista também alerta que o consumo exagerado de café “pode causar diversos problemas, como insônia crônica, taquicardia, alterações no sistema nervoso, hipertensão arterial e crises de ansiedade”. Por isso, é fundamental ter moderação ao ingerir a bebida. O ideal, de acordo com Thalita, é não ultrapassar a quantidade de três xícaras por dia.

Fontes:O Globo e Thalia Gutierrez, nutricionista clínica do Hospital São Cristóvão Saúde.

Leia também