Doenças de outono: 10 alimentos para aumentar a imunidade contra vírus e bactérias

Nutricionista revela como alguns ingredientes naturais podem contribuir para o bem-estar do organismo. Aprenda a combater as doenças de outono

Evite as doenças de outono
Evite as doenças de outono - Shutterstock

por Redação SD
Publicado em 19/04/2022 às 16:00
Atualizado às 16:00

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

Coriza, dor de garganta e sensação de febre são alguns dos principais sintomas das famosas doenças de outono. Isso acontece, muito provavelmente, por causa da mudança brusca de temperatura que ocorre com o término do verão e o início de dias mais frios.

De acordo com o último Boletim InfoGripe, divulgado pela FioCruz, 11 das 27 capitais brasileiras apresentaram um sinal de crescimento para a Síndrome Respiratória Aguda Grave, na tendência de longo prazo. Apesar da Covid-19 ainda ser responsável por grande parte desses casos, houve também um aumento de infecções pelo vírus sincicial respiratório (VSR), que costuma ser mais comum em períodos de frio, como o outono.

Sem falar nos vírus Influenza, responsáveis pela gripe, que seguem circulando pelo país. Portanto, para evitar e combater essas doenças de outono, é necessário manter a vacinação em dia e apostar em hábitos saudáveis. Um deles, e talvez o principal, é justamente a alimentação.

“Pacientes que necessitam ficar de cama, que sentem fadiga em excesso e cansaço, podem precisar de um aumento no consumo de carboidratos de origem integral para a melhora de energia. Também é bom aumentar o consumo de proteína, que ajuda a diminuir os sintomas de cansaço e fadiga”, explica a nutricionista Adriana Stavro.

Dessa maneira, com a ajuda da especialista, separamos 10 alimentos para aumentar a imunidade e evitar o aparecimento de doenças de outono, combatendo os sintomas de gripes, resfriados e até mesmo Covid-19. Confira:

  1. Uvas – São ricas em flavonoides, taninos e resveratrol – substâncias com ação antioxidante, que melhoram as defesas do organismo como um todo.
  2. Cebola Roxa – Conta com quercetina, mais uma substância com ação antioxidante e anti-inflamatória. Além disso, também possui combatentes antivirais em sua composição.
  3. Castanhas e Oleaginosas – Possuem selênio e zinco em suas composições. Fora isso, são fontes de gorduras boas, vitaminas do complexo B e E – que são antioxidantes e auxiliam os processos de cicatrização.
  4. Kefir – Alimento rico em probióticos. Fortalece o intestino e ajuda no amadurecimento das células que defendem e combatem infecções virais.
  5. Chá Verde – Possui uma ação anti-inflamatória que diminui a intensidade de alguns sintomas. Ajuda também na melhora da resposta imunológica.
  6. Beterraba – É rica em óxido nítrico. Substância que melhora o fluxo de sangue, oxigênio e nutrientes para o organismo, ajudando nas funções pulmonares.
  7. Queijo Branco – Fonte de proteína, auxilia na recuperação da força muscular e melhora as funções das enzimas gástricas. Também ajuda as “bactérias do bem” presentes no intestino.
  8. Cúrcuma – Considerado um tempero anti-inflamatório, a especiaria auxilia no combate do estado resultante da doença.
  9. Frutas Cítricas – Ótimas fontes de vitamina C. Elas contribuem para a defesa imunológica e auxiliam na prevenção e no tratamento de infecções respiratórias e sistêmicas.
  10. Cenoura – Fonte de vitamina A e betacaroteno, outro antioxidante que ajuda a combater os radicais livres e aumenta a imunidade.

Importante. Tomar as vacinas, evitar aglomerações, usar máscaras e manter uma boa higienização das mãos e das superfícies são as principais maneiras de prevenir infecções virais, como gripe e Covid-19. Lembre-se que a pandemia ainda não acabou. Caso você apresente algum sintoma, como febre, tosse ou coriza, a recomendação é procurar orientação médica e manter-se isolado de outras pessoas.

Fonte:Sport Life

Leia também