Covid-19 pode causar zumbido no ouvido e até perda de audição; saiba o que fazer

Relatório britânico analisou uma série de estudos e concluiu que a Covid-19 pode causar zumbido no ouvido e outros problemas relacionados

Entenda como a Covid-19 pode causar zumbido no ouvido
Entenda como a Covid-19 pode causar zumbido no ouvido - Shutterstock

por Redação SD
Publicado em 29/03/2022 às 11:00
Atualizado às 11:00

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

Você sabia que a Covid-19 pode causar zumbido no ouvido e até mesmo a perda de audição? De início costuma ser difícil associar problemas dessa natureza com uma infecção que ataca, majoritariamente, o sistema respiratório. No entanto, é necessário sempre ressaltar que, apesar de parecer que já faz muito tempo que convivemos com o coronavírus, a doença provocada por ele ainda é nova para a ciência. Portanto, seus sintomas e sequelas podem nos surpreender com o passar do tempo.

Dessa maneira, os efeitos negativos que o coronavírus pode causar no organismo humano são constantemente atualizados. E o fato é que a infecção pode atingir inúmeras regiões e funções do corpo. E com a audição não é diferente.

Ao menos é o que dizem os principais estudos relacionados ao tema. Após um relatório do Manchester Biomedical Research Centre (BRC), no Reino Unido, que analisou o resultado de 24 estudos sobre o assunto, ficou evidente que a Covid-19 pode causar zumbido no ouvido e outros problemas de audição. A conclusão dos pesquisadores foi de que, no geral, 7,6% dos pacientes pesquisados sofreram com a perda de audição e 14,8% tiveram zumbido após contraírem o coronavírus.

Outro estudo britânico, dessa vez realizado com o apoio da British Tinnitus Association e da American Tinnitus Association indicou que 40% dos pacientes que tiveram sintomas do coronavírus apresentaram, simultaneamente, uma piora do zumbido no ouvido.

Mas, infelizmente, não para por aí. Como vimos, a Covid-19 pode causar zumbido no ouvido sim. Porém, existem relatos de pacientes que chegaram a perder a audição após contraírem o coronavírus. Um deles foi publicado no American Journal of Otolaryngology (EUA) e descreveu o caso de um paciente assintomático, que apresentou perda súbita de audição três dias após o diagnóstico positivo. Testes laboratoriais e radiológicos não mostraram qualquer anormalidade que pudesse explicar a causa da perda auditiva súbita, exceto PCR positivo para a Covid-19.

Outro caso semelhante foi divulgado no BMJ Journal (British Medical Journal). Onde um britânico de 45 anos, que recebeu tratamento intensivo contra a Covid-19, percebeu zumbido e perda auditiva na orelha esquerda após ter alta da UTI. Depois da realização de exames específicos, foi detectada a perda de audição e realizado o tratamento. No entanto, houve pouca melhora do quadro.

Como lidar com essas possíveis sequelas

Os estudos deixam claro que, por mais que você esteja vacinado ou tenha um sistema imunológico forte o suficiente para evitar casos mais graves de Covid-19, uma infecção ainda pode causar danos e sequelas duradouras. Por isso, além de tomar todas as doses do imunizante é fundamental manter os cuidados de higiene e evitar ao máximo se expor em aglomerações.

"Ao primeiro sinal de desconforto, é importante procurar um médico otorrrinolaringologista ou um fonoaudiólogo o mais rápido possível, para uma avaliação audiológica completa, que inclui audiometria de altas frequências, audiometria vocal, imitanciometria e acufenometria. Esses exames vão orientar o especialista para um tratamento adequado", aconselha a fonoaudióloga Rafaella Cardoso, especialista em audiologia.

Leia também