Afasia: entenda a condição de Bruce Willis

Em comunicado, família do ator disse que o problema "está impactando suas habilidades cognitivas". Descubra o que a afasia pode provocar

A afasia é um distúrbio neurológico que compromete as capacidades de comunicação
A afasia é um distúrbio neurológico que compromete as capacidades de comunicação - Shutterstock

por Redação SD
Publicado em 30/03/2022 às 15:57
Atualizado às 15:57

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

A família do ator Bruce Willis, de 67 anos, anunciou nessa quarta-feira (30), que ele recebeu um diagnóstico de afasia e, por isso, vai precisar se afastar de sua profissão.

“Queremos compartilhar que nosso amado Bruce está passando por problemas de saúde e foi diagnosticado recentemente com afasia, que está impactando suas habilidades cognitivas. Como resultado disso, e após muita análise, Bruce está saindo da carreira que significou tanto para ele", diz o comunicado divulgado pela filha do ator, Rumer Willis.

Entenda o que é afasia

Segundo a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa), a afasia é um “distúrbio de ordem neurológica e com impacto direto sobre a comunicação, mais especificamente a linguagem do indivíduo”. Ou seja, a condição pode comprometer a fala e o modo de se expressar. Fatores que atrapalham o exercício pleno de algumas profissões, como a de ator, por exemplo.

“A afasia é uma alteração importante da fala. E na fala nós temos a compreensão e a expressão da palavra. O problema é causado, geralmente, por quadros vasculares que acometem o lado esquerdo do cérebro, onde está o centro da fala”, explica o Dr. Wanderley Cerqueira de Lima, neurocirurgião e neurologista do Hospital Israelita Albert Einstein.

Entre as maiores dificuldades das pessoas que possuem algum tipo de afasia estão:

  • Encontrar palavras;
  • Expressar aquilo que deseja;
  • Compreender o que é dito;
  • Ler e escrever;
  • Fazer gestos.

Fatores de risco

A afasia, de acordo com a SBFa é uma condição que o paciente pode desenvolver ao logo da vida, geralmente, por causa de outras doenças. A mais comum é o Acidente Vascular Cerebral (AVC). Para o Dr. Cerqueira, no entanto, alguns fatores podem aumentar o risco de uma possível afasia. São eles:

  • Idade avançada;
  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Tabagismo;
  • Estresse;
  • Aumento das taxas de colesterol e triglicérides.

Tudo isso, de acordo com o neurologista, pode provocar uma possível obstrução de vasos cerebrais e os deixar irregulares. Algo capaz de provocar uma lesão na área específica da fala e, consequentemente, a afasia.

Tratamento

“Na linha de frente do tratamento da pessoa com afasia está o fonoaudiólogo, que é o profissional capacitado para reabilitar os distúrbios da comunicação. Contudo, outros profissionais podem compor a equipe de reabilitação, uma vez que a afasia causa repercussões em outras áreas para além da linguagem”, explica a Dra. Maria Isabel D’Ávila Freitas, fonoaudióloga e coordenadora do Comitê de Linguagem Oral e Escrita do Adulto e do Idoso da SBFa.

Leia também