Connect with us

O que você está procurando?

Beleza

Estrias: saiba como elas surgem e como tratar

Estrias são marcas comuns entre homens e mulheres, decorrentes do rompimento de colágeno na pele. Veja o que causa e como tratar

Estrias: saiba como elas surgem e como trata
Estrias: saiba como elas surgem e como tratar - Foto: Shutterstock

As estrias são lesões longas, com aspecto de cicatriz, que se formam devido a um rompimento do colágeno na superfície da pele. Apesar de serem marcas extremamente comuns e naturais, elas podem causar desconforto estético em muitas pessoas, especialmente nas mulheres.

O que causa estrias?

De acordo com a dermopigmentadora Tabata Maffini, o principal fator que causa o surgimento de estrias é a genética. No entanto, elas também podem surgir por questões relacionadas à gravidez, questões hormonais (na puberdade e na fase adulta), uso excessivo de corticoides, estirão puberal e aumento e perda excessivos de peso. 

“Ao contrário do que muitos pensam, não é somente o aumento de peso que pode causar estrias. O emagrecimento, de forma muito rápida, também pode causar o problema”, destaca a especialista.

As diferentes fases das lesões

Nem toda estria carrega as mesmas características. Isso porque elas passam por diferentes fases, como explica dermopigmentadora:

  • Vermelhas: consideradas estrias novas, que acabaram de romper o tecido;
  • Branca: geralmente, são as mais antigas, mas existem casos de pessoas que já aparentam estrias brancas desde o seu surgimento;
  • Arroxeadas: são estrias mais largas e profundas, pois sofreram perda dérmica muito forte;
  • Marrons: são hiperpigmentadas, como se tivesse uma mancha por cima da estria.

Como prevenir ou tratar estrias

Para prevenir o surgimento de estrias, Tabata indica potencializar a hidratação, seja tomando água ou usando produtos hidratantes. “Mas, como em alguns casos a pessoa já tem a predisposição genética, essa prevenção não consegue ser 100% garantida”, alerta.

Além disso, existem diversos tratamentos disponíveis hoje, como laser, microagulhamento, vacuoterapia, carboxiterapia. “Porém, o tratamento se mostra mais eficaz quando é usado produto nanotecnológico e a estria é tratada de forma individual, pegando somente na região da estria e não em uma parte grande do tecido”, detalha a profissional. 

Segundo Tabata, produtos nanotecnológicos, diferentes dos ativos comuns, têm moléculas bem pequenas que penetram no tecido com mais rapidez para fazer o reparo tecidual.

“Existe uma cadeia que deve ser respeitada na hora de formar os nanoativos: eles precisam ser antioxidantes, remodeladores e umectantes. Quando unimos esses três tipos de cadeias temos um reparo tecidual muito mais avançado”, explica a dermopigmentadora.

Advertisement

Você também vai gostar

Beleza

O inverno exige mais cuidados com a pele por conta do clima seco e das temperaturas baixas, que causam ressecamento

Alimentação

Nada melhor do que um bom chá para esquentar o corpo e fortalecer a saúde neste inverno. Confira algumas opções

Doenças

As doenças respiratórias estão entre as enfermidades mais comuns durante o inverno. Entenda quais as doenças mais frequentes e como prevenir

Notícias

Estudo mostrou que 88% das pessoas de todo o mundo têm menos vitamina D no corpo do que o recomendado, o que causa diversos...