Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Dor de barriga e gases? Pode ser síndrome do intestino irritável

Gastroenterologista explica que a mudança no estilo de vida ajuda a evitar os sintomas. Entenda o que é a síndrome do intestino irritável

Dor de barriga e gases? Pode ser síndrome do intestino irritável
Dor de barriga e gases? Pode ser síndrome do intestino irritável - Foto: Shutterstock

Se você sente dores de barriga ou dificuldade de ir ao banheiro com frequência, pode estar sofrendo com a síndrome do intestino irritável. De acordo com a Federação Brasileira de Gastroenterologia, a condição é um distúrbio do trato digestivo que provoca dor abdominal e constipação intestinal e/ou diarreia.

Esse quadro, que atinge cerca de 10% a 20% da população brasileira, é mais comum em mulheres e pode se agravar devido a momentos de estresse ou pela ingestão de certos alimentos. Isso porque algumas opções alimentares podem provocar determinados sintomas e queda na qualidade de vida, como o leite e derivados, além de gorduras, por exemplo.

Sintomas da síndrome do intestino irritável

Segundo o Dr. Eric Pereira, gastroenterologista do Hospital e Clínica São Gonçalo (HCSG), os sintomas mais comuns costumam ser:

  • Dor e alteração do hábito intestinal (diarreia e/ou prisão de ventre);
  • Distensão abdominal;
  • Gases em excesso;
  • Sensação de que o esvaziamento do intestino ocorre de maneira incompleta.

“Caso a pessoa sofra com frequência desses sintomas, ela deve procurar um gastroenterologista para ter o diagnóstico preciso, pois alguns sintomas da síndrome do intestino irritável se assemelham com outros problemas gastrointestinais, como o câncer, intolerância alimentar, parasitas e outros, que precisam ser descartados o quanto antes”, alerta o médico, que também é membro da Federação Brasileira de Gastroenterologia e da Sociedade de Gastroenterologia do Rio de Janeiro.

Diagnóstico e tratamento

Um dos exames mais comuns para se descobrir a doença é a colonoscopia, procedimento no qual o médico analisa o intestino grosso do paciente através do colonoscópio, que possui uma microcâmera para capturar imagens e caso necessário já realizar biópsias.

“Esse exame é importante e indolor e consegue identificar outras doenças, como câncer de cólon, anemia, tuberculose intestinal, Doença de Crohn, diverticulose etc”, explica o médico. 

O especialista lembra que o tratamento varia de acordo com o paciente. Mas, no geral, requer uma mudança no estilo de vida, como na dieta e uma maior prática de atividade física. Em alguns casos, o paciente pode recorrer a medicamentos que aliviam as dores e os espasmos intestinais.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse