Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Vida nova: 5 dicas para ter mais saúde em 2024

Médicos de diferentes especialidades explicam como cuidar mais da saúde com cinco aspectos do organismo e da rotina

Vida nova: 5 dicas para ter mais saúde em 2024
Vida nova: 5 dicas para ter mais saúde em 2024 - Foto: Shutterstock

Um novo ano acaba de começar, o que é a oportunidade perfeita para tirar do papel todos os planos e metas estabelecidas. Para quem deseja cuidar mais da saúde em 2024, alguns aspectos devem receber atenção durante os próximos 12 meses. Pensando nisso, separamos 5 pilares de uma vida saudável para adotar neste ano que se inicia. Confira:

Dormir bem

Não há nada como uma boa noite de sono. Mas, infelizmente, a maior parte dos brasileiros não sabe o que é dormir bem. Segundo dados coletados por pesquisadores da USP e UNIFESP, 65% da população do país relata problemas para dormir, o que pode ter impactos desastrosos na saúde.

De acordo com a cirurgiã vascular Dra. Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, a qualidade de sono é um dos grandes pilares da medicina do estilo de vida. Segundo ela, o ideal é dormir consistentemente de sete a oito horas por dia. “Fugir desses valores é colocar a saúde em risco”, diz a médica. 

“Irritabilidade, dificuldade de concentração e cansaço durante o dia podem ser sinais de que você não está dormindo o bastante ou  seu sono não está sendo reparador, mesmo se você tem a impressão que dormiu tempo suficiente”, afirma.

Dentre os diferentes danos à saúde, Aline aponta que noites mal dormidas podem favorecer o ganho de peso, prejudicar a pele, danificar os rins e até mesmo a fertilidade. Portanto, para um 2024 mais saudável, dormir bem é fundamental.

Alimentação equilibrada

Você certamente já ouviu a expressão “você é o que come”. Isso porque a alimentação, de fato, fala muito sobre nossa saúde e o nosso corpo. Além disso, não restam dúvidas sobre o quanto a prática de comer de maneira correta pode influenciar no organismo, na reconstrução de células, tecidos e até dos ossos. Uma alimentação adequada também ajuda a melhorar quadros de doenças simples até às mais complexas.

A Dra. Tassiane Alvarenga, médica endocrinologista e metabologista pela USP, destaca que  diminuir o consumo de alimentos processados e ricos em açúcar, sal e gorduras saturadas é crucial para prevenir condições crônicas, como diabetes tipo 2, doenças cardíacas, hipertensão arterial e obesidade.

Já o consumo regular de alimentos ricos em fibras, como aveia e leguminosas, por outro lado, ajuda a controlar os níveis de colesterol, prevenindo doenças cardíacas. “Além disso, a inclusão de ácidos graxos ômega-3, encontrados em peixes gordos como salmão e sardinha, tem demonstrado benefícios na prevenção de doenças cerebrovasculares”, explica a especialista.

Atividade física

Se você planeja ter mais saúde em 2024, abandonar o sedentarismo deve estar entre as suas primeiras atitudes do ano. Claro que a falta de tempo – e dinheiro – podem contribuir para a inatividade física, mas é preciso fugir disso. 

O neurocirurgião Dr. Antônio Araújo explica que a atividade física melhora a função cognitiva, o equilíbrio e a força, o que ajuda tanto na prevenção de doenças neurológicas como no alívio de sintomas. 

Além disso, a prática de exercícios ajuda a preservar a mobilidade ao longo da vida, e funciona como um verdadeiro remédio, graças à liberação de hormônios importantes para o organismo. 

“A liberação de endorfina e serotonina é a principal aposta para auxiliar nas fortes dores de cabeça, pois os hormônios atuam como analgésicos naturais. O cortisol – hormônio do estresse – pode ser reduzido através da prática saudável, gerando um efeito anti-inflamatório para o tratamento das doenças”, aponta o Dr. Antônio.

Equilíbrio hormonal

Aliás, o equilíbrio hormonal é imprescindível para uma vida saudável, uma vez que os hormônios basicamente controlam a harmonia do nosso organismo. Eles são responsáveis pelo metabolismo e processo digestivo, e por isso diretamente em diferentes aspectos da saúde. 

Os hormônios são produzidos pelas glândulas do sistema endócrino e lançados na corrente sanguínea, cada um com uma tarefa específica em diferentes partes do nosso corpo. Por isso é tão importante eles estarem regulados, em pleno funcionamento.

É importante focarmos especialmente nos hormônios do bem-estar, como explica a nutricionista da Vitamine-se, Mayara Stankevicius. “Quando estão em níveis adequados, nos sentimos com mais energia, motivados e capazes de lidar com os desafios do dia a dia”, afirma. Eles ainda regulam o sono, melhoram a memória e aumentam a resistência.

Contudo, o desequilíbrio hormonal potencializa os níveis dos hormônios do bem-estar e diversas doenças. Ou seja, a falta de serotonina se relaciona com a depressão, ansiedade, distúrbios do sono e transtornos alimentares, como a compulsão alimentar, por exemplo. Já a precariedade de endorfina resulta em baixa tolerância à dor, sensação de tristeza e falta de motivação.

“A falta de oxitocina ainda é associada com a depressão pós-parto. Isso porque, durante o nascimento do bebê, ela desempenha um papel importante no vínculo mãe-criança e na regulação do humor”, declara Stankevicius.

Saúde mental em foco

Quem deseja ter mais saúde em 2024, não deve negligenciar a saúde mental de nenhuma forma. No entanto, sabemos que, no mundo atual, existem vários fatores que prejudicam nosso bem-estar mental e emocional e que podem passar despercebidos na correria do dia a dia. 

“Problemas de saúde mental, como ansiedade e depressão, possuem fatores imutáveis, como a genética. Porém, eles também têm forte influência pelos nossos hábitos, o que muitas vezes fazemos de forma inconsciente das suas consequências”, adverte o psiquiatra Dr. Flávio H. Nascimento.

Dentre os hábitos que afetam diretamente a nossa saúde mental, Flávio aponta especialmente o excesso de celular, dormir mal, perfeccionismo extremo, consumo excessivo de álcool e drogas e a conduta de exprimir sentimentos.
Por outro lado, de acordo com o Dr. Sérgio Rocha, psiquiatra e Diretor Técnico da Clínica Revitalis, é possível prevenir alguns tipos de transtornos inserindo algumas atividades na rotina, como caminhar, se alimentar bem e dormir. O psiquiatra recomenda ainda buscar fazer terapia e adotar práticas como a meditação.

Advertisement

Você também vai gostar

Fitness

Se você treina e ainda consome refrigerante regularmente, veja os prejuízos que a bebida está causando ao seu organismo

Saúde Bucal

Mesmo com dentes de leite, as crianças com bruxismo devem passar pelo tratamento, uma vez que a condição pode causar problemas mais graves

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema