Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Você faz e não sabia: 5 hábitos que colocam a sua saúde em risco

No verão, os cuidados com a pele e a saúde devem aumentar, já que maus hábitos podem provocar fungos, micoses e queimaduras

Você faz e não sabia: 5 hábitos do verão que colocam sua saúde em risco
Você faz e não sabia: 5 hábitos do verão que colocam sua saúde em risco - Foto: Shutterstock

Manter a pele bonita e saudável com as altas temperaturas do verão não é uma tarefa fácil. Além de não atingir o resultado esperado, algumas das estratégias adotadas para driblar as altas temperaturas podem acabar provocando problemas de saúde, como alerta o Dr. Eduardo Mastrangelo Falcão, chefe do serviço de Dermatologia do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP-RJ).

O especialista, que é mestre em Medicina Tropical na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), listou alguns hábitos que devem ser evitados a todo custo durante o verão para preservar a saúde. Confira:

1 – Esquecer de usar o protetor solar

O uso do protetor solar é fundamental não só no verão, mas durante o ano inteiro, até mesmo nos dias sem sol. Dados da SBD mostram que 62% dos brasileiros não usam protetor solar, apesar de todas as campanhas de alertas. 

É preciso aplicar o filtro pelo menos 30 minutos antes da exposição solar e reaplicá-lo a cada 3 horas para garantir a proteção. “Esse intervalo pode ser reduzido para 2h caso haja transpiração excessiva, exposição prolongada ao sol ou a pessoa se banhe”, explica Eduardo.

2 – Se expor ao sol entre 10h e 16h

Esse horário entre 10h e 16h é crítico para a exposição ao sol, especialmente no verão, o que oferece mais riscos à saúde. “O ideal é evitar atividades ao ar livre e exposição solar durante este horário. Além disso, é importante usar sempre o filtro solar, inclusive em áreas como orelhas, dorso dos pés e atrás do pescoço”, recomenda o médico.

O profissional indica ainda o uso de chapéus e roupas com proteção ultravioleta, mesmo em dias nublados, pois os raios ultravioletas passam pelas nuvens e podem queimar a pele. “Para quem tem cabelo ralo ou se expõe constantemente à radiação solar, é indicado protetores especiais para o couro cabeludo”, complementa. 

3 – Não se hidratar adequadamente

Mesmo no calor do verão, ainda é comum negligenciar a hidratação, o que confere mais riscos à saúde. “Manter uma boa hidratação, com a ingestão de líquidos como água, água de coco e sucos ajuda a proteger o corpo dos efeitos do calor e do sol”, alerta o especialista. 

4 – Não secar bem o corpo ao sair do banho e ficar com roupas molhadas por muito tempo

A sensação de calor do verão pode diminuir ao molhar e manter a pele, roupas ou cabelos presos. No entanto, há o risco de micoses, que são infecções causadas por fungos que adoram o calor e a umidade. 

O Dr. Eduardo recomenda usar roupas leves e soltas, que permitam a transpiração da pele, entre outros cuidados de saúde. “Após o banho, seque bem entre os dedos, região da virilha, axilas, debaixo das mamas e dobras da pele. Evite andar descalço em pisos que fiquem constantemente úmidos (como em saunas e vestiários, por exemplo). Além disso, use calçados abertos e arejados”, indica o médico.

5 – Pegar uma cor usando cosméticos caseiros

“O uso de bronzeadores feitos em casa, sem orientação profissional, perfumes e cosméticos pode provocar reações e até queimaduras na pele”, adverte. Por isso, o dermatologista não os recomenda para quem vai se expor ao sol.

Eduardo Falcão frisa ainda que é preciso ter cautela também com as fitofotodermatoses, reação provocada pela exposição ao sol após o manuseio de frutas cítricas, tais como limão, abacaxi, tangerina e laranja ou semi-ácidas como manga ou kiwi. 

Advertisement

Você também vai gostar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse

Fitness

Especialista em fisiologia do exercício aponta as principais diferenças entre crossfit, musculação, treino funcional e calistenia

Emagrecer

Diversos fatores levam ao ganho de peso. Conhecê-los é fundamental para conseguir emagrecer definitivamente

Dor

Diversos sintomas podem atingir o joelho, uma articulação naturalmente sobrecarregada. Entenda se os “estalos” exigem atenção