Dia Mundial da Meditação: apenas 5 minutos fazem a diferença

A prática milenar contribui com a melhora do bem-estar e da saúde mental. Saiba como utilizar a meditação ao seu favor

Dia Mundial da Meditação: apenas 5 minutos fazem a diferença
Dia Mundial da Meditação: apenas 5 minutos fazem a diferença - Shutterstock

por Redação
Publicado em 21/05/2022 às 12:00
Atualizado às 12:00

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

O Dia Mundial da Meditação é uma oportunidade para pensarmos em alternativas de cuidado da saúde mental, tema que ganhou relevância nos últimos anos, especialmente com a pandemia. 

Prova disso é que, de acordo com pesquisa realizada pelo instituto Ipsos, em 2021, 75% dos brasileiros estão preocupados com o bem-estar emocional. O levantamento revelou ainda que oito em cada 10 entrevistados acreditam que a saúde mental é tão importante quanto a física. Nesse contexto, a meditação surge como uma excelente opção de autocuidado e relaxamento.

Benefícios da meditação

A meditação é um exercício de concentração que visa equilibrar as emoções, oferecendo novas formas de lidar com estresse físico e psicológico. A prática auxilia na regulação do sistema nervoso parassimpático, responsável pelo relaxamento, e pode ser definida como um estado de profunda tranquilidade e maior consciência, ajudando a focar a atenção, relaxar a mente e equilibrar o humor

Além disso, diminui a presença do cortisol, hormônio relacionado ao estresse, o que faz com que reduza sintomas de ansiedade e depressão e atue na concentração, contribuindo para a melhora do sono e bem-estar em geral.

Por ajudar na concentração e no equilíbrio de emoções, a prática pode ser uma ótima ferramenta para auxiliar na melhora da qualidade de vida e até mesmo atingir metas de perda de peso. Isso porque os exercícios de respiração praticados são capazes de derrubar os padrões de quem come por questões emocionais, como tristeza, ansiedade ou impulso.

Como incluir a meditação na rotina

Mesmo com um dia a dia agitado, é possível adotar a prática com diferentes exercícios curtos e simples que podem ser introduzidos mais facilmente. Com apenas 5 minutos diários de concentração em você mesmo e na sua respiração, já é possível sentir a diferença. Embora possa parecer pouco, este tempo é suficiente para se sentir relaxado, em paz e focado, mesmo que seja sua primeira vez.

Além disso, é importante destacar que não há certo ou errado. A meditação é um exercício muito pessoal, que depende do perfil e da rotina de cada um. Existem centenas de estilos diferentes e, para alcançar os resultados desejados, é válido experimentar alguns tipos e analisar qual é mais efetivo para que você se conecte com seu eu interior. 

Três estilos de meditação para conhecer

  1. Meditação Mindfulness: definida como “prestar atenção, intencionalmente, no momento presente”. A prática envolve fechar os olhos e concentrar-se na sua respiração, nos sons à sua volta e em qualquer sensação que experimentar. É indicada para quem busca estabelecer pensamentos claros e reduzir ansiedade e depressão.
  2. Meditação Transcendental Automática: consiste em repetir mentalmente um mantra (geralmente em Sânscrito) várias vezes. A palavra “mantra” significa “ferramenta da mente” e é baseada na ideia de que a repetição substitui gradualmente outras vozes na sua mente. É ideal para aqueles que desejam relaxar ou focar em uma determinada tarefa.
  3. Meditação Bondade-Amorosa ou Metta: como o nome sugere, essa técnica envolve repetir mentalmente frases amorosas direcionadas a você mesmo ou a outros, para trazer mais compaixão a sua vida. A ideia é se sentir mais positivo sobre você e as outras pessoas, praticando a autocompaixão, além de cultivar empatia, aprimorar as habilidades interpessoais e melhorar a conexão com outras pessoas.

Fonte:WW VigilantesdoPeso.

Leia também