Nutróloga revela 4 motivos para incluir o açafrão na alimentação

Entenda como a especiaria age dentro do organismo, quais as restrições e como utilizar o açafrão corretamente

Saiba como consumir açafrão
Saiba como consumir açafrão - Shutterstock

por Redação SD
Publicado em 14/02/2022 às 14:00
Atualizado às 14:00

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

O açafrão pode ser considerado uma espécie de planta medicinal, da mesma família do gengibre. Trata-se de uma especiaria asiática, muito utilizada na culinária indiana e que começou a se espalhar pelo mundo através dos antigos comerciantes árabes.

Com sabor marcante e intenso, o açafrão tornou-se um tempero saboroso para carnes, legumes, sopas e pratos salgados em geral. No entanto, nem todos sabem das inúmeras vantagens que ele pode proporcionar para o organismo humano. "Essa especiaria também atua como medicamento natural e fitoterápico, um poderoso suplemento alimentar e dietético”, diz a nutróloga e endocrinologista, Dra. Gabriela Abdo Camargo.

Por isso, a especialista separou quatro motivos importantes para incluir o açafrão na dieta. Confira:

1 – Fortalece o coração – O açafrão, segundo a Dra. Camargo, evita o acúmulo de colesterol “ruim” e, consequentemente, protege o coração, reduzindo as chances de um possível ataque cardíaco ou derrame. Além disso, a especialista ainda revela que ciência descobriu que a curcumina – substância presente na planta – diminui o risco de insuficiência cardíaca.

2 – Te deixa mais jovem – De acordo com a nutróloga, muitos estudos indicam que essas propriedades encontradas no açafrão são atribuídas, principalmente, aos carotenoides – crocina e safranal – com propriedades antioxidantes e coletores seletivos de radicais livres. Fatores que também combatem o envelhecimento precoce.

3 – Previne diabetes – Essa substância também consegue prevenir o diabetes em desenvolvimento. A Dra. Camargo conta que um estudo feito com pré-diabéticos incluiu o extrato de açafrão na dieta por nove meses. Um grupo realmente consumia a planta, mas o outro não. Ao final da pesquisa, nenhum dos indivíduos que recebeu as doses da especiaria desenvolveu o diabetes tipo 2.

4 – Combate inflamações – Muito usado na culinária indiana, o extrato açafrão é um tempero com propriedades anti-inflamatórias. Segundo a nutróloga, ele aumenta a resistência das células aos danos oxidativos, além de reduzir os processos inflamatórios no organismo. Sem falar que o consumo do tempero ainda inibe o crescimento de bactérias, parasitas e fungos, que provocam doenças.

“Um dos seus principais compostos ativos é a curcumina. O seu mecanismo de ação anti-inflamatória age na cascata do ácido araquidônico, ou seja, na cascata da inflamação, inibindo as moléculas envolvidas no processo inflamatório. Esta inibição se dá de forma modular e, por isso, envolve diversos fenômenos biológicos que interferem nas ativações celulares e nos sinalizadores moleculares, denominando a atividade terapêutica anti-inflamatória”, completa a especialista.

Como usar o açafrão e suas contraindicações

“Na dieta, use o tempero em pó à vontade em sopas, pães, bolos, biscoitos, omeletes e tapiocas. Além disso, também não há restrição para o uso em aves, carnes e cozidos, legumes, arroz, feijão, ervilha etc. A versão em pó ainda pode ser utilizada em sucos e polvilhada em saladas e sopas. Mas, vale lembrar que o açafrão é contraindicado durante a gravidez, lactação e para crianças menores que quatro anos de idade”, finaliza a Dra. Camargo.

Fonte:SportLife

Leia também