O que são as doenças psicodermatológicas?

O equilíbrio entre a mente e o emocional podem evitar doenças da pele

Terapias contribuem para o tratamento do vitiligo
Terapias contribuem para o tratamento do vitiligo - Shutterstock

por Julia Natulini
Publicado em 04/07/2021 às 11:00
Atualizado às 17:45

COMPARTILHEFacebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

Doenças psicodermatológicas ou psicodermatoses são doenças manifestadas devido a influência emocional em diversos graus. Segundo estudos, os estressores -- tanto internos quanto externos -- rompem o equilíbrio do organismo, estimula uma série de reações do sistema neuroendócrino e afeta diversos aspectos imunológicos das doenças na pele.

Algumas das doenças provocadas pelo emocional são: dermatite atópica (alergia não contagiosa), vitiligo (doença autoimune que causa manchas brancas na pele), além da queda de cabelo. Há estatísticas em que as mulheres são um pouco mais afetadas -- justamente as pessoas que passam por mais traumas e perdas.

Segundo Roberto Debski, clínico geral e psicólogo, não adianta apenas tratar o sintoma dermatológico, o psíquico é fundamental a ser tratado. "Terapias interativas, avaliação com psiquiatra e exercício como acupuntura, por exemplo, é importante tanto para prevenir a doença como para contribuir com o tratamento", explica o médico.

Para prevenir essa doença é importante manter a harmonia entre o lado emocional e psíquico, isto é, o sistema nervoso é responsável por equilibrar nosso estado mental e, se ele não estiver em ordem, equilibrado com as relações interpessoais, estresse, ansiedade, infelizmente surgem as doenças.

“O indivíduo deve reduzir o estresse, praticar atividade física, ter um bom sono, se alimentar bem e ocupar a cabeça, finaliza Roberto.

Leia também