Connect with us

O que você está procurando?

Busca

Saúde da Mulher

5 dicas para aliviar as dores da cólica menstrual no frio

As baixas temperaturas do inverno tornam a cólica menstrual ainda mais dolorosa para muitas mulheres. Veja como aliviar o desconforto

5 dicas para aliviar as dores da cólica menstrual no frio
5 dicas para aliviar as dores da cólica menstrual no frio - Foto: Shutterstock

Muitas mulheres sofrem com terríveis cólicas menstruais, que podem afetar diretamente a produtividade e qualidade de vida. No entanto, com a chegada da estação mais fria do ano, o corpo pode ficar ainda mais sensível à dor. Isso porque, com o frio, os vasos sanguíneos se comprimem, podendo intensificar as cólicas. 

Imediatamente, as mulheres podem recorrer aos medicamentos de farmácia, especialmente analgésicos e anti-inflamatórios, para o alívio momentâneo. Porém, existem outras formas de contribuir para o alívio das dores, sem abusar de remédios.

Quando a cólica menstrual pode indicar um problema

Apesar das cólicas serem comuns, essas dores podem estar atreladas a outras condições, como a endometriose, que atinge cerca de 10% da população feminina em idade reprodutiva, impactando profundamente a saúde da mulher. 

Segundo o ginecologista Dr. Patrick Bellelis, colaborador do setor de endometriose do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, quando as dores acontecem fora do período, é um sinal para buscar acompanhamento médico e iniciar um tratamento, portanto, o importante é observar os sinais que o corpo dá e se os sintomas persistirem, é recomendado procurar ajuda médica o quanto antes.

Como aliviar as dores em casa 

O especialista dá algumas dicas para aliviar as cólicas menstruais em casa. Confira:

1 – Compressas de água morna

Esta é uma das técnicas mais antigas e reconfortantes no período de cólica, já que o calor ativa o fluxo sanguíneo e ameniza as dores. Para fazer, basta colocar uma bolsa de água morna ou compressa no local das cólicas e deixar por cerca de 15 minutos. É importante proteger a pele do contato direto, colocando um pano para evitar queimaduras.

2 – Aposte em bebidas quentes

As bebidas quentes têm o mesmo efeito da bolsa de água quente, auxiliando no alívio das dores. Porém, evite bebidas com cafeína, que tem o potencial de agravar as dores em algumas mulheres. Aposte em chás, como de camomila, hortelã, alecrim, louro e lavanda, que possuem propriedades relaxantes, calmantes e anti-inflamatórias.

3 – Atenção com a alimentação

Alguns alimentos, como doces e comidas mais gordurosas, podem causar inchaço e retenção de líquido em alguns organismos, aumentando o aparecimento de cólicas menstruais. Por isso, durante o ciclo, é interessante manter uma dieta mais equilibrada, evitando o excesso de açúcares e gorduras, dando prioridade para legumes, verduras, frutas e carnes magras, além de ingerir bastante água.

4 – Mantenha hábitos saudáveis

Exercícios físicos ajudam muito na diminuição das cólicas. Isso porque eles aumentam o fluxo sanguíneo, liberando endorfina, auxiliando no controle das dores. Em contrapartida, fumar pode ser ainda mais prejudicial nessa época, por conta da vasoconstrição que o tabaco causa. Dessa forma, evitar fumar também é a melhor opção para amenizar as cólicas.

5 – Descanse

O estresse atrelado a um estilo de vida corrido, contribui bastante para o aumento das cólicas. Quando o corpo descansa durante um sono de qualidade, o equilíbrio é restabelecido. Então, o descanso aliado aos hábitos saudáveis, contribuem para um ciclo menstrual com menos desconforto.

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Frutas nativas do Brasil protegem o intestino e previnem doenças como hipertensão, obesidade, diabetes, condições cardiovasculares e câncer

Dor

Ortopedista especialista em coluna aponta oito atitudes que podem ajudar a preservar o principal eixo de sustentação do nosso corpo

Alimentação

A introdução alimentar costuma ser um grande desafio, principalmente quando o bebê apresenta reações alérgicas

Insônia

Alguns mitos e desinformações atrapalham a rotina de sono dos recém-nascidos, o que é um desafio para a família e também para o bebê