Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Casos de otite aumentam no verão; saiba como prevenir

Infecções no ouvido se tornam mais frequentes no verão, principalmente por conta do mar e da piscina. Confira como evitar a otite

Casos de otite aumentam no verão; saiba como prevenir
Casos de otite aumentam no verão; saiba como prevenir - Foto: Shutterstock

As férias costumam ser o período mais aguardado do ano. Após muito planejamento e tempo de espera, finalmente chega o momento de viajar e relaxar em uma paisagem paradisíaca. O cenário parece perfeito, mas todo o lazer pode ir por água abaixo por conta de uma insuportável dor de ouvido. Mais comum do que parece, a otite pode afetar pessoas de todas as idades. Além disso, a doença prefere as altas temperaturas do verão para atacar os mais desprevenidos.

O que é otite

A médica otorrinolaringologista Dra. Maura Neves, da USP, explica que há dois tipos de infecção: a média, quando ocorre atrás do tímpano e é causada por vírus ou bactérias associados a problemas respiratórios, como rinite, sinusite, gripe e resfriado; e a externa, ocasionada por excesso de água nos ouvidos ou trauma causado pela inserção de objetos, como hastes flexíveis, grampo etc.

“No verão, vemos um aumento da frequência da otite externa justamente por conta dos banhos de mar e piscina. O canal auditivo é bastante estreito. A água entra e não seca totalmente, deixando a pele muito úmida e gerando fissuras que levam às infecções”, esclarece a médica.

A otite causa bastante incômodo, e seus principais sintomas incluem: redução da audição, a sensação de ouvido tampado, dor aguda, zumbido, tontura e febre. “Na maioria dos casos, a perda auditiva é transitória e o paciente volta a ouvir normalmente no final do tratamento. Porém, há casos em que o tímpano é perfurado e aí a perda auditiva pode perdurar”, afirma a otorrinolaringologista.

Tratamento

O tratamento, de acordo com a Dra. Maura, é medicamentoso. A depender da gravidade do paciente, ele deve ficar 10 dias longe do mar e da piscina – o que pode destruir qualquer férias. Por isso, para evitar que a otite estrague seus planos de lazer, é preciso evitar deixar a água entrar nos ouvidos e mantê-los sempre secos, sem usar objetos para limpar ou secar o órgão. “O cerúmen protege a pele do canal. Só deve ser removido se causar alterações auditivas”, alerta a médica.

No caso das otites médias, a especialista orienta a prevenção com o tratamento da rinite e vacinas para bactérias específicas, como as haemofilos, pneumocócicas conjugadas, vacina da gripe e outras. Além disso, é importante manter uma boa alimentação e descanso, que mantêm a imunidade em alta.

Como evitar um quadro de otite

Abaixo, a otorrino enumera algumas dicas para prevenir a otite:

1. Após nadar, seque os ouvidos com a ponta de uma toalha.

2. Se sentir a presença de água dentro do conduto, deite a cabeça para o lado e encoste a orelha em uma toalha para a saída do líquido.

3. Se a água não sair e ao menor sinal de secreção no ouvido, que pode ser escura ou amarelada, procure ajuda de um otorrinolaringologista.

4. Evite o uso de hastes flexíveis dentro do ouvido: elas servem apenas para limpar a parte externa da orelha e não devem ser introduzidas no canal auditivo.

5. O ouvido úmido pode causar coceira, mas é extremamente importante não colocar nenhum tipo de objeto dentro do ouvido para aliviar a sensação. É preciso prestar atenção, principalmente nas crianças, para que não se machuquem.

6. Em caso de dores, não se deve pingar remédios caseiros. Apenas o médico poderá dar a orientação adequada.

Advertisement

Você também vai gostar

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema

Beleza

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais feitas no Brasil, mas ainda é cercada de muitos mitos e tabus

Dor

Ortopedista aponta que a dor pode surgir no quadril sem percebermos, e irradiar para o joelho, causando bastante desconforto