Connect with us

O que você está procurando?

Dor

Ressaca de Carnaval? Saiba como aliviar o estômago irritado

Nutricionistas ensinam truques para se livrar da sensação de estômago irritado após a ressaca, que pode ser ainda pior para quem tem gastrite

Ressaca de Carnaval? Saiba como aliviar o estômago irritado
Ressaca de Carnaval? Saiba como aliviar o estômago irritado - Foto: Shutterstock

O Carnaval acabou, mas algumas sequelas ficaram. A mais comum é a ressaca, resultado do abuso de bebidas alcoólicas. No entanto, nem sempre ela vem sozinha. Junto dela, muitas vezes vem outro sintoma bastante desconfortável: o estômago irritado. O quadro, aliás, é ainda pior para as pessoas mais sensíveis ao álcool ou com doenças gastrointestinais, como a gastrite.

A Dra. Larissa Mazocco, professora de Nutrição do Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), explica que a ressaca é causada pela desidratação que a bebida alcoólica provoca no organismo e também por conta da sobrecarga no fígado, que tem a função de eliminar o álcool do sangue.  

Para evitar as ressacas de carnaval e o estômago irritado, a coordenadora de Nutrição do Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (Ceunsp), Vanessa Zanoni Carvalhaes, ressalta que os principais cuidados que os foliões devem ter é intercalar junto com a bebida alcoólica o consumo de água constantemente. Isso deve ser feito antes, durante e depois da diversão, para aliviar a desidratação e ajudar o organismo a eliminar o álcool. Além disso, beber mais devagar também ajuda a evitar os desconfortos no dia seguinte

“Outra dica é nunca beber de estômago vazio, e antes de se jogar nos blocos consumir alimentos ricos em carboidratos e proteínas, pois retardam a absorção do álcool”, aconselha a nutricionista Vanessa. Já Larissa indica alguns alimentos que são essenciais para esse período e que devem ser consumidos durante o dia: 

  • Carboidratos complexos como batata doce, mandioca e batata baroa;
  • Proteínas como carne, ovos e peixes e outros;
  • Fibras, encontradas nas frutas e verduras, principalmente cruas e com casca. 

Como aliviar o estômago irritado?

Larissa destaca que, ao sentir uma dor aguda no estômago depois de exagerar na bebida alcoólica, é necessário consumir com alimentos leves ricos em amido, como pão de forma branco e batata cozida. A profissional salienta que estas opções são as mais indicadas para esse quadro. 

Vanessa reforça as orientações. Para salvar o indivíduo de uma ressaca e estômago irritado, é fundamental uma alimentação saudável antes da folia, rica em frutas, verduras e legumes, como fonte de carboidratos e proteínas. “O café pode ajudar também”, acrescenta a profissional. 

A professora de Nutrição da UDF  dá mais algumas dicas para driblar a ressaca e estômago irritado durante e após a folia. Confira: 

  • Evite destilados puros ou mais de cinco doses. Entre uma dose e outra, consuma 300ml de água sem gás e durante o dia ou noite, prefira sucos com maior percentual de frutose: melancia, manga, goiaba, laranja, eles ajudarão na recuperação. 
  • Mantenha as atividades físicas. Neste período não pause os exercícios. Faça de forma leve uma caminhada, bicicleta no parque, nadar na piscina e outros. O sedentarismo durante esses dias aumenta o inchaço e faz com que a rotina seja mais “dolorida” para voltar. Capriche na alimentação! 
  • Não durma de estômago vazio após beber. Faça uma refeição leve antes de deitar, isso vai melhorar (e muito) seu dia seguinte. 
  • Evite longos períodos de jejum. Não fique mais de 5h sem comer para que a bebida não cause ainda mais intoxicação. O alimento é o principal aliado para ajudar na desintoxicação do álcool.  
Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

Colocado através de cirurgia, o implante coclear é indicado para pacientes com perda auditiva severa à profunda

Notícias

Compressões na coluna vertebral podem pode afetar a funcionalidade dos nervos, levando a sensação de formigamento nas mãos e nos dedos

Doenças

A sarcopenia diminui a massa muscular, a força e, com isso, a qualidade de vida de pessoas idosas - especialmente as sedentárias

Doenças

Casos de AVC e infarto aumentam entre 20% e 30% respectivamente durante o clima frio. Veja como se proteger no inverno