Connect with us

O que você está procurando?

Dor

Taís Araujo recebe alta após crise de hérnia de disco; entenda

Atriz precisou ser internada na segunda-feira (8) e recebeu alta nesta quarta (10) após tratar hérnia de disco. Conheça os sinais e tratamentos do problema

Taís Araujo recebe alta após crise de hérnia de disco; entenda
Taís Araujo recebe alta após crise de hérnia de disco; entenda - Foto: Reprodução Instagram (@taisdeverdade)

A atriz e apresentadora Taís Araujo precisou ser internada na última segunda-feira (8), em São Paulo, após sofrer uma crise de dores na coluna. Os médicos do Hospital Sírio Libanes identificaram uma hérnia de disco lombar aguda, e submeteram a artista a um procedimento para tratar o problema.

“O diagnóstico das equipes dos doutores Roberto Kalil Filho e Francisco Sampaio Júnior para a causa das dores detectou uma hérnia de disco lombar aguda e, para o tratamento, a atriz foi submetida a um procedimento minimamente invasivo. A atriz já recebe alta hospitalar nesta quarta-feira, dia 10 de janeiro, para seguir em tratamento domiciliar”, diz a nota da assessoria de imprensa de Taís.

Em seu Instagram, Taís publicou um story na manhã desta quinta-feira (11), em que explicou o motivo da internação e agradeceu a equipe do hospital. “Eu tive uma crise, uma hérnia lombar muito forte, que eu não conseguia me mexer. Dores muito, muito fortes”, contou a atriz. 

Hérnia de disco

A hérnia de disco é um problema decorrente da fragilidade do disco intervertebral. “O disco é como se um amortecedor que fica entre as vértebras. Por alguns motivos, ele pode ir desgastando com o tempo, e alguma fragilidade na sua estrutura pode levar ao rompimento do disco e o extravasamento do conteúdo, que é a famosa hérnia”, explica o Dr. Victor Caponi, ortopedista e especialista em coluna do grupo Spine.

Conforme o médico, a principal causa da hérnia de disco é degenerativa, isto é, o processo natural de desgaste da coluna. Claro que outros fatores, como aspectos mecânicos, traumáticos, obesidade e sedentarismo contribuem para o surgimento do problema, salienta o especialista.

Sintomas

Os sintomas mais comuns da hérnia de disco estão associados, basicamente, à dor. Geralmente, quando a hérnia está causando algum pinçamento do nervo, o paciente pode apresentar dor na lombar. No entanto, ela pode irradiar para outras partes do corpo, como as pernas, coxas e glúteos.

Além disso, segundo o ortopedista, o paciente pode sentir ainda dormência, formigamento e alteração de temperatura no membro. “Alguns casos podem levar até a perda de força da perna, perda de controle do xixi, perda de controle das fezes. Essas alterações esfincterianas, inclusive junto com a perda de força, são casos em que a hérnia tem que ser operada de urgência”, alerta Victor.

Prevenção

Para prevenir tanto a hérnia de disco em si, quanto a intensidade dos sintomas, o médico recomenda levar uma vida mais saudável possível. Isso inclui ter uma musculatura forte, bem condicionada da região do core e ser bem alongado na cadeia posterior, na parte de trás; Além disso, o paciente com a boa ergonomia também ajuda bastante.

“O paciente não ter sobrepeso ou manter um peso ideal também contribui muito. Mas não só isso: ter bons hábitos, evitando tabagismo, por exemplo, colabora para que a hérnia de disco não gere sintomas no paciente”, diz o especialista.

Tratamentos

Victor estima que 95% dos casos de hérnia de disco são de tratamento clínico. “O paciente faz primeiro o diagnóstico e aí começa o tratamento com terapias, como fisioterapia, acupuntura, hidroterapia, osteopatia e pilates. Todas essas podem ser uma opção, a depender de cada caso”, indica o médico. 

O tratamento medicamentoso também é importante na recuperação do paciente com hérnia de disco, principalmente para agir no nervo que está gerando sintomas. Já em casos mais complexos, em que a dor está intensa ou não está evoluindo bem, podem exigir um bloqueio – uma espécie de infiltração da coluna.

Também há casos em que o paciente perdeu força, e é necessário uma cirurgia para descomprimir a coluna. “Esses casos que vão caminhar para o cirúrgico são a minoria, isso tem que ficar claro. Apenas 5 a 10% dos casos de hérnia de disco que vão caminhar para o cirúrgico. Na maioria, um tratamento clínico bem feito e bem acompanhado, tende a resolver muito bem”, destaca o ortopedista.

Não se sabe ao certo qual o tratamento feito no caso de Taís Araujo. A equipe de assessoria da atriz informou apenas que ela passou por um procedimento minimamente invasivo.

Victor explica que a descompressão é uma cirurgia minimamente invasiva, com um corte de aproximadamente 1 centímetro. “Essa descompressão pode ser feita por via endoscópica ou por via tubular. São cirurgias menores em que o paciente consegue ir embora até no mesmo dia”, diz o profissional.

Advertisement

Você também vai gostar

Fitness

Se você treina e ainda consome refrigerante regularmente, veja os prejuízos que a bebida está causando ao seu organismo

Saúde Bucal

Mesmo com dentes de leite, as crianças com bruxismo devem passar pelo tratamento, uma vez que a condição pode causar problemas mais graves

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema