Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Tik Tok por até 60 minutos: saiba como medida impacta jovens

Tik Tok anunciou série de medidas para restringir o tempo que os jovens passam utilizando a plataforma. Neurocientista diz não ser o suficiente

Tik Tok por até 60 minutos: saiba como medida impacta jovens
Tik Tok por até 60 minutos: saiba como medida impacta jovens - Foto: Shutterstock

O Tik Tok está tentando reduzir o tempo que as crianças e adolescentes passam utilizando a plataforma. No dia 1º de março, a rede social anunciou uma série de medidas que têm como objetivo diminuir seus impactos na saúde dos jovens.

Através de um comunicado oficial, o Tik Tok anunciou que os usuários com menos de 18 anos terão acesso à plataforma por até 60 minutos. Após atingir o limite, o aplicativo irá exigir uma senha para continuar.

Além disso, uma espécie de medidor que irá marcar a quantidade de horas que cada usuário passa no aplicativo. Ele também irá listar a quantidade de vezes em que ele foi aberto. Outra medida anunciada foi a suspensão de notificações para usuários entre 13 e 15 anos a partir das 21h. Já para os entre 16 e 17 anos o limite será até às 22h.

Até onde isso é eficiente

As medidas foram tomadas a partir de consulta com especialistas do Laboratório Digital Wellness do Hospital Infantil de Boston e da análise de pesquisas acadêmicas recentes. No entanto, segundo o Pós PhD em neurociências, Dr. Fabiano de Abreu Agrela, as mudanças trazem benefícios para os adolescentes, mas ainda são pouco eficazes e apresentam muitas limitações.

“Aparelhos eletrônicos como um todo, mas em especial as redes sociais, se usadas por um longo período de tempo podem ser bastante perigosas para o desenvolvimento adequado do cérebro dos adolescentes. Isso porque os deixa em um estado de ‘passividade’ onde pouco aprendizado é adquirido. Assim, o cérebro não faz os esforços necessários para seu desenvolvimento através da neuroplasticidade, o que é fundamental nas idades anteriores aos 18 anos”, explica o especialista.

De acordo com ele, as medidas apresentadas pelo Tik Tok representam um início importante, mas ainda não causam impactos relevantes nesse processo. Isso porque a idade é autodeclaratória, o que faz com que seja muito fácil o sistema ser burlado. “Já a exibição do tempo de tela pode dar um ‘choque de realidade’, pois muitas vezes os usuários perdem a perceção do tempo ao usar esses aplicativos”, afirma.

“No fim, o principal é o esforço individual e o autocontrole para evitar excessos e utilizar a tecnologia de forma inteligente. Para os adolescentes, é fundamental que os pais os conscientizem disso desde cedo”, alerta o Dr. Fabiano.

Por que e quando as mudanças irão chegar ao app?

As mudanças vêm após uma série de críticas feitas por pesquisadores aos efeitos nocivos ao cérebro de crianças e adolescentes pela rede social. Em 2022, por exemplo, um estudo publicado pela revista científica NeuroImagem identificou que assistir os vídeos recomendados pelo aplicativo gera um excesso de dopamina no cérebro, gerando um efeito de vício.

De acordo com a nota oficial, o Tik Tok afirmou que “adolescentes precisam de apoio extra quando começam a explorar a internet de forma independente”. Ainda segundo a rede social, já nas próximas semanas o aplicativo deve implantar as mudanças.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse