Conheça opções saudáveis para substituir o açúcar

O melado de cana possui minerais e nutrientes para a saúde

O açúcar mascavo é opção para deixar o açúcar refinado
O açúcar mascavo é opção para deixar o açúcar refinado - Shutterstock

por Julia Natulini
Publicado em 29/04/2021 às 14:28
Atualizado às 14:28

COMPARTILHEFacebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

Já dizia o ditado popular: “tudo que é demais não faz bem”. Inclusive usar o açúcar em excesso, que pode contribuir para o ganho de peso, estimular a produção de gordura, aumentar o risco de doenças cardíacas, cáries dentárias e gordura no fígado.

O açúcar de coco e adoçantes naturais como Stevia e Xilitol são algumas alternativas naturais que podem ser substituídas para contribuir com a perda de peso e melhorar a saúde, além de prevenir e controlar doenças como diabetes, colesterol alto e obesidade.

Como adoçar sem açúcar
Para adoçar sucos, cafés, iogurtes naturais ou fazer receitas de bolos e doces, os melhores adoçantes são os naturais, como stévia, xilitol, eritritol, maltitol e taumatina, e podem ser usados em todo tipo de receitas e preparações.

Já os adoçantes artificiais, como aspartame, ciclamato de sódio, sacarina e sucralose, são feitos a partir de substâncias químicas, e não são aconselhados especialmente para crianças e gestantes.

Algumas bebidas como sucos, cafés e chás serão tomadas sem adição de açúcar nem de adoçantes, e o iogurte natural, por sua vez, pode ser levemente adoçado com um pouco de mel ou com uma fruta.

Quanto tempo o paladar demora para se adaptar?
O paladar demora cerca de 3 semanas para se habituar com o sabor menos doce, pois é o tempo que leva para a renovação das papilas gustativas na língua, que acabam se adaptando aos novos sabores.

Confira a lista com opções para substituir o açúcar que o SD preparou: 

Mel de abelha
O mel que é produzido pelas abelhas é um adoçante natural que substitui o açúcar. Ele é rico em nutrientes, como cálcio, ferro, potássio e magnésio, e apresenta um grande potencial antioxidante. Esse produto também pode melhorar na digestão e ainda manter a flora intestinal, garantindo o bom funcionamento do sistema digestivo como um todo.

 Stevia
A Stevia também é um adoçante de origem natural e é obtida a partir de uma planta original do Brasil chamada Stevia Rebaudiana Bertoni. Atualmente, ela pode ser encontrada em lojas de produtos naturais ou, até mesmo, em supermercados em forma de gotas ou em pó.

Esse tipo de adoçante se adapta bem em alimentos quentes e frios, pois ela se mantém estável em altas temperaturas. Essas características fazem dela uma ótima opção para substituir o açúcar em bolos, biscoitos ou tortas que necessitam de calor durante o preparo.

Também é possível encontrar em diferentes sabores, como chocolate e baunilha, e na versão orgânica. Apesar de não haver açúcar em sua composição, é preciso consumir o adoçante com moderação, já que, em excesso, é capaz de causar diarreia ou outras contraindicações.

Açúcar de coco
Outra opção interessante é o açúcar produzido a partir do coco. Ele tem baixo índice glicêmico e seu uso evita que haja um grande aumento da glicemia na corrente sanguínea, impedindo que o corpo estimule a produção de gordura e ajudando no controle do peso.

O açúcar de coco contém grande quantidade de nutrientes, como potássio, zinco, ferro e cálcio. Ele tem aproximadamente 20 calorias por colher de chá e pode ser encontrado em lojas de produtos naturais. Entretanto, vale destacar que, por conter um elevado teor de frutose, deve ser usado com moderação, pois, em excesso, contribui para o acúmulo de gordura no fígado e o ganho de peso.

Xilitol
O xilitol é produzido a partir do álcool obtido de frutas, vegetais, cogumelos e, até mesmo, algas marinhas. Tem o índice glicêmico baixo e o potencial para adoçar semelhante ao açúcar tradicional.

Além disso, o xilitol atua na melhora do metabolismo de lipídios/gorduras e lesões nos rins, previne infecções e a osteoporose.

Melado de cana
O melado de cana é um xarope produzido a partir do caldo de cana, antes que ele se torne rapadura. Tem a cor escura, um alto potencial adoçante e contém diversos minerais e nutrientes.

No entanto, vale destacar que ele deve ser consumido com certa moderação já que, ainda que não seja refinado, é feito do mesmo material do açúcar branco e apresenta grande quantidade de calorias, devendo ser evitado por pessoas que têm problemas renais e diabetes.

Açúcar mascavo
O açúcar mascavo é obtido da cana-de-açúcar, entretanto, é encontrado em um estágio anterior do açúcar branco, uma vez que não passa pelo processo de refinamento. Isso faz com que ele mantenha nutrientes e sais minerais em sua composição.

Apesar de mais saudável do ponto de vista nutricional, o açúcar mascavo ainda tem o mesmo teor calórico que a versão refinada e, por isso, o recomendado é que seu consumo seja moderado e que seja evitado em casos de diabetes.

Eritritol
Pelo fato de praticamente não ter calorias, é indicado na hora de substituir o açúcar nas dietas, principalmente para pessoas com diabetes ou que desejam emagrecer. Também tem como vantagem não provocar cáries.

O eritritol pode ser comprado em forma de pó em lojas especializadas em produtos naturais ou suplementos.

Maple syrup
Também chamado de ácer ou xarope de bordo, o maple syrup é produzido a partir de uma árvore de origem canadense e oferece benefícios aos usuários graças ao seu alto potencial antioxidante e aos diversos nutrientes. É bastante indicado em preparações que vão ao fogo, mas, por ter alto valor calórico, deve ser consumido em pequenas porções.

Leia também