Chocolate dá espinhas? 4 mitos e verdades sobre a acne

Dermatologista esclarece algumas das principais dúvidas sobre o problema. Saiba como combater a acne

Conheça os segredos da acne
Conheça os segredos da acne - Shutterstock

por Redação SD
Publicado em 07/02/2022 às 16:00
Atualizado às 16:00

Facebook Saúde em DiaPinterest Saúde em Dia

Se você vive ou já viveu a fase da adolescência, provavelmente, alguém já te disse que chocolate dá espinhas, não é mesmo? Essa e outras dúvidas sobre a acne são comuns, pois ela acomete inúmeras pessoas mundo à fora.

No entanto, inicialmente, é necessário saber que essa condição, na verdade, é uma doença provocada por inflamações e infecções nas glândulas da pele. E pode aparecer em qualquer pessoa, independente de sexo e idade. Geralmente, isso acontece por causa da oleosidade da pele e da presença de células mortas, que impedem o organismo de eliminar impurezas e provocam espinhas, cravos, cistos, caroços e cicatrizes.

Apesar de comum, a acne tem prevenção e tratamento. Por isso, a dermatologista Dra. Ana Paula Coutinho separou quatro mitos e verdades sobre a doença. Confira e descubra como reduzir e até mesmo evitar os danos da condição:

1 – Chocolate dá espinhas

Mito. “O chocolate e as frituras, em si, não causam a acne. As grandes causadoras destes problemas são as bactérias. No entanto, uma dieta desequilibrada e muito gordurosa pode aumentar a oleosidade da pele e propiciar uma condição perfeita para o surgimento de cravos e espinhas. Não precisa parar de comer chocolate e batata frita, mas é necessário ter consciência e não exagerar no consumo de alimentos gordurosos”, explica a médica.

2 – Lavar o rosto com frequência evita a acne

Mito. “Após consecutivas e excessivas lavagens, a pele pode ficar ressecada. E, portanto, nosso organismo entende que é necessário estimular as glândulas sebáceas a produzirem ainda mais sebo no intuito de amenizar esse ressecamento. Isso faz com que a pele fique mais oleosa e com tendência à acne”, conta a especialista.

3 – Hidratantes podem ajudar a combater o problema

Verdade. Segundo a dermatologista, alguns cremes podem auxiliar no combate à acne pois melhoram a hidratação da pele e evitam o aparecimento de inflamações e infecções. O recomendado é procurar orientação de um médico especializado, para que ele indique o melhor produto para o seu tipo de pele.

4 – O sol ajuda a secar espinhas

Mito. "Pegar sol não 'seca' a acne. Pelo contrário, o sol estimula ainda mais a produção das glândulas sebáceas, piora a inflamação e aumenta a intensidade e frequência das manchas", finaliza a Dra. Coutinho.

Leia também