Connect with us

O que você está procurando?

Emagrecer

5 grupos alimentares para emagrecer e dormir melhor

A alimentação, principalmente noturna, tem impacto direto na qualidade do sono e no objetivo de emagrecer. Saiba o que adicionar na dieta

5 grupos alimentares para emagrecer e dormir melhor
5 grupos alimentares para emagrecer e dormir melhor - Foto: Shutterstock

Quem deseja emagrecer provavelmente já sabe o quão importante é ter uma alimentação saudável e balanceada. Mas você sabia que um sono de qualidade também é indispensável? Isso porque ele é um dos principais fatores auxiliares para a perda de peso.

Porém, para conquistar os resultados esperados, é preciso estar atento às escolhas. Além de impactar de maneira negativa o processo, a ingestão de alimentos pesados e calóricos antes de dormir prejudica também a qualidade do sono.

É normal sentir fome no período da noite, mas isso pode gerar dúvidas sobre o que comer e o que evitar para quem está tentando diminuir os números na balança. Seja qual for a situação, os alimentos leves e com menos calorias são sempre a melhor opção. Afinal, além de não atrapalhar o processo de perda de peso, eles também melhoram a qualidade do sono. 

“É importante entender que as escolhas interferem diretamente na jornada de emagrecimento. Por esta razão, se alimentar corretamente não só à noite, mas ao longo do dia, é tão essencial quanto respeitar suas necessidades nutricionais”, destaca Matheus Motta, nutricionista responsável pelo VigilantesdoPeso no Brasil. 

Matheus afirma também que vale apostar nos alimentos “ponto zero” (seguindo a dieta dos pontos). “Nada mais são opções nutritivas, ricas em fibras, com baixo teor de açúcar e que aumentam a saciedade, podendo fornecer assim uma melhora significativa na qualidade do seu sono”, explica.

Afinal, o que comer para emagrecer e ainda dormir melhor?

O VigilantesdoPeso elencou 5 grupos alimentares que auxiliam a jornada de emagrecimento e ainda mantém o bom funcionamento do metabolismo durante o sono. Confira:

Proteínas

O consumo de proteínas antes de dormir faz com que o corpo receba aminoácidos que serão utilizados durante o sono para a construção de novos tecidos. Isso auxilia no processo de hipertrofia, responsável pelo crescimento das células, levando a um aumento do tecido formado por elas. Ovos, frangos, peixes e feijões, são exemplos de alimentos ricos em proteínas.

Carboidratos complexos

Os carboidratos complexos estão presentes nos alimentos integrais, batata doce, derivados de aveia (farinha, farelo e grão), grão de bico, castanhas, mandioca, lentilha, amendoim e cenoura. Eles são ricos em fibras e podem ser ajudar a melhorar a qualidade de sono.

Frutas

Nutrientes como niacina (presente em frutas como banana, kiwi, morango e uva), podem ajudar a ampliar a produção de melatonina, conhecida como hormônio do sono, que atua na regulagem do ritmo cardíaco, do sono, do apetite, do humor, da memória e da temperatura do corpo.

Verduras

Não é segredo que a ingestão de folhas e legumes é importante durante o processo de emagrecimento. Alimentos como alface, couve-flor, brócolis, berinjela e abobrinha, por exemplo, são uma boa pedida para serem ingeridos à noite, já que, por serem leves, garantem uma boa noite de sono.

Oleaginosas

As oleaginosas são alimentos que trazem inúmeros benefícios à saúde, pois fortalecem o organismo e previnem doenças. Ricas em fibras e gorduras mono e poli-insaturadas, classificadas como gorduras boas, elas são ótimas aliadas contra a insônia. Por isso, alimentos como castanhas-do-pará, nozes, amêndoas, pistaches e avelãs são excelentes opções de lanches noturnos.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse