Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Alerta: onda de calor pode trazer consequências para saúde do coração

Cardiologista alerta para maior risco de infarto, AVC e insuficiência cardíaca devido às altas temperaturas. Saiba como driblar o calor intenso

Alerta: onda de calor pode trazer consequências para saúde do coração
Alerta: onda de calor pode trazer consequências para saúde do coração - Foto: Shutterstock

Uma onda excepcional de calor está passando pelo Brasil, e diversas cidades já registraram temperaturas acima dos 40ºC. O Instituto Nacional de Meteorologia, o INMET, já emitiu alerta de perigo em vários estados do país. O calor intenso pode colocar a saúde em risco, principalmente das populações mais vulneráveis.

O fenômeno acontece porque uma forte massa de ar quente e seco está sobre o país, o que forma um sistema de alta pressão. Estes sistemas atuam como um bloqueio atmosférico, que impede o avanço de frentes frias e outros sistemas meteorológicos transientes, além de proporcionar uma queda significativa na umidade do ar. Por esse motivo, o país está em estado de alerta.

O alerta faz sentido, pois mortes estão sendo associadas ao calor em várias regiões do mundo; no estado americano do Arizona, por exemplo, o número de óbitos nos quais a alta temperatura teve influência vem aumentando. Autoridades de saúde pública no condado de Maricopa, o condado mais populoso do Arizona e onde fica a capital Phoenix, disseram que 202 mortes associadas ao calor foram confirmadas para 2023 em 9 de setembro; muito mais do que os 175 confirmados na mesma época do ano passado.

Riscos para a saúde do coração

Segundo o médico cardiologista Dr. Rizzieri Gomes, o calor excessivo pode afetar especialmente o coração. “A alta temperatura pode favorecer a vasodilatação corporal, ou seja dilatação nos vasos sanguíneos, diminuindo a pressão arterial, o que faz com que o coração necessite trabalhar mais para conseguir bombear o sangue”, detalha. 

“Consequentemente, isso aumenta o risco de infarto, AVC, arritmia e insuficiência cardíaca, principalmente, em pessoas que já possuem algum tipo de doença cardíaca”, acrescenta o médico.

Como lidar com a onda de calor 

O Dr. Rizzieri dá algumas sugestões para enfrentar a onda de calor sem deixar de cuidar da saúde. Confira: 

  • Permanecer em ambientes ventilados;
  • Manter-se bem hidratado;
  • Evitar a exposição direta ao sol nos horários entre 10 e 16 horas.
  • Usar roupas leves e soltas;
  • Evitar atividades que exijam esforço físico a céu aberto dentro dos horários de calor intenso;
  • Optar por banhos em água fria para baixar a temperatura corporal.
Advertisement

Você também vai gostar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse

Fitness

Especialista em fisiologia do exercício aponta as principais diferenças entre crossfit, musculação, treino funcional e calistenia

Emagrecer

Diversos fatores levam ao ganho de peso. Conhecê-los é fundamental para conseguir emagrecer definitivamente

Dor

Diversos sintomas podem atingir o joelho, uma articulação naturalmente sobrecarregada. Entenda se os “estalos” exigem atenção