Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Calor extremo: saiba como aguentar os dias mais quentes do ano

Algumas pessoas podem ser mais sensíveis ao calor devido aos impactos das altas temperaturas no organismo. Saiba como aliviar desconforto

Calor extremo: saiba como aguentar os dias mais quentes do ano
Calor extremo: saiba como aguentar os dias mais quentes do ano - Foto: Shutterstock

Mesmo com as chuvas, o calor do verão dificilmente dá uma trégua. E, com o passar do tempo, a situação tem se tornado cada vez pior. De acordo com o programa de monitoramento climático da União Europeia, 2022 foi o quinto ano mais quente do planeta, desde o início das medições.

No entanto, a ciência previu que isso aconteceria. Uma pesquisa publicada em 2019, pela revista científica Nature Climate Change e liderada por estudiosos da Universidade Humboldt de Berlim, já indicava que ondas de calor seriam cada vez mais frequentes e intensas no mundo inteiro. O fenômeno, aliás, é consequência do aquecimento global.

Impactos do calor extremo na saúde

Além da natureza, quem paga caro é a saúde humana. Uma análise científica da Global Health Information Network, publicada na revista The Lancet, descobriu que oito regiões do corpo humano são afetadas pelas altas temperaturas, causando sintomas desconfortáveis e alarmantes. Confira:

  • Boca – Secura e sede intensa;
  • Cérebro – Dores de cabeça, tonteira, irritabilidade, perda de coordenação, confusão mental, delírio, ansiedade, perda de consciência, convulsões, derrames e coma;
  • Coração – Arritmia, batimentos acelerados, redução do fluxo sanguíneo e ataque cardíaco;
  • Fígado – Lesões hepáticas;
  • Músculos – Câimbras, espasmos musculares e fraqueza;
  • Pele – Umidade excessiva, suor em profusão e erupções;
  • Pulmões – Aumento da taxa de respiração, piora de quadros alérgicos, agravamento de asma e doença pulmonar obstrutiva grave;
  • Rins – Adoecimento e falência do órgão.

Além disso, alguns sintomas gerais provocados por uma forte onda de calor também podem aparecer. São eles:

  • Desequilíbrio de eletrólitos;
  • Desidratação;
  • Fadiga;
  • Febre;
  • Náuseas;
  • Queda de pressão sanguínea;
  • Vômitos.

Determinados grupos sofrem mais risco de desenvolver alguma complicação de saúde em altas temperaturas. É o caso de obesos, mulheres, crianças, idosos, diabéticos, cardíacos e pacientes renais, por exemplo. Além disso, as gestantes podem sofrer com déficit nutricional fetal, parto prematuro e até mesmo aborto. Por isso, é importante dar a devida atenção à saúde durante uma onda de calor excessivo.

Como lidar com os dias quentes

A coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera, professora Rafaela Saviolli, reforça que o verão exige atenção com a saúde. “É importante sempre estar em alerta para os riscos de doenças, desconfortos e outros problemas típicos do verão”, afirma. A docente destaca as principais dicas para manter o bem-estar durante a temporada. Confira:

Mantenha-se hidratado: é recomendado beber 2 litros de água por dia. “Isso porque a boa hidratação ajuda a administrar as calorias, melhorar o funcionamento dos órgãos e evitar a retenção”, afirma a especialista.

Cuidado com o sol forte: pratique atividades físicas ao ar livre em horários que o sol não está tão forte, como no início da manhã, até às 10 horas, e após às 16 horas.

Não se esqueça do filtro solar: esta é a melhor maneira de se prevenir do câncer de pele, o tipo mais frequente no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Mantenha uma alimentação leve: alimentos pesados e gordurosos exigem um trabalho maior de digestão, o que aumenta a temperatura corporal. Também é bom apostar em alimentos ricos em água.

Use roupas adequadas para o calor: a especialista destaca que as roupas podem aumentar a temperatura corporal. Por isso, é importante ceder espaço para roupas mais leves, com tecidos de fibras naturais, como o algodão, linho, seda e crepe, que permitem a ventilação do corpo.

Além disso, mantenha o ambiente de casa o mais arejado e fresco possível. E, caso você sinta um mal-estar repentino ou apresente algum sintoma de desconforto, procure ajuda médica. Lembre-se: uma onda de calor excessiva pode matar.

Advertisement

Você também vai gostar

Beleza

O inverno exige mais cuidados com a pele por conta do clima seco e das temperaturas baixas, que causam ressecamento

Alimentação

Nada melhor do que um bom chá para esquentar o corpo e fortalecer a saúde neste inverno. Confira algumas opções

Doenças

As doenças respiratórias estão entre as enfermidades mais comuns durante o inverno. Entenda quais as doenças mais frequentes e como prevenir

Notícias

Estudo mostrou que 88% das pessoas de todo o mundo têm menos vitamina D no corpo do que o recomendado, o que causa diversos...