Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Dia Nacional da Saúde: afinal, como se tornar saudável?

O Dia Nacional da Saúde, em 5 de agosto, é uma oportunidade para estimular o cuidado com o bem-estar e a adoção de um estilo de vida saudável

Dia Nacional da Saúde: afinal, como se tornar saudável?
Dia Nacional da Saúde: afinal, como se tornar saudável? - Foto: Shutterstock

O dia 5 de agosto marca a comemoração do Dia Nacional da Saúde. A data tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de adotar hábitos saudáveis e cuidar do próprio bem-estar. 

Além disso, a data também homenageia a vida e a obra do médico e sanitarista Oswaldo Gonçalves Cruz, nascido em 5 de agosto de 1872. Ele foi o responsável pelo combate e erradicação das epidemias da febre amarela, peste bubônica e a varíola no Brasil.

A vida moderna prejudica diretamente a saúde

De acordo com o professor de Yoga e entusiasta de saúde e bem estar, Ravi Kaiut, a vida moderna trouxe vários desafios para quem quer ter uma vida mais saudável. Felizmente, é possível afastá-los.

“Nossa saúde é o nosso maior patrimônio, mas nem sempre as pessoas lhe dão a devida atenção. Isso tem a ver, em grande parte, com a correria da vida moderna. Temos acesso a tanta informação, que acabamos não focando de verdade em nada, e a saúde exige foco, mas com alguns cuidados é possível ser uma pessoa saudável mesmo com essas dificuldades”, afirma.

Afinal, o que é estar saudável?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu, em 1946, a saúde como um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas como a ausência de doença ou enfermidade. Aliás, a percepção do conceito de qualidade de vida também tem muitos pontos em comuns com a definição de saúde.

“A maioria das pessoas só pensa na saúde quando está doente, para ela estar saudável é o contrário de estar doente, o que nem sempre é verdade, é preciso ter um equilíbrio físico e mental, dormir bem, evitar hábitos prejudiciais, ser feliz, e várias outras coisas”, destaca Ravi.

O Dr. Rizzieri Gomes, médico cardiologista, focado na mudança do estilo de vida (MEV) de seus pacientes, concorda com o professor de Yoga. “A busca por uma vida mais saudável tem que ser diária e vai muito além de, simplesmente, não estar doente. A base de uma vida saudável está no equilíbrio do corpo e da mente, olhando para o que comemos, nos atentando à necessidade de praticar exercícios físicos, de ter tempo para descansar e desfrutar do lazer”, afirma o cardiologista.

Segundo Ravi, é possível ter uma boa noção de como está nossa saúde através dos sete marcadores de bem-estar. São eles: fadiga, bom apetite, sono de qualidade, bom humor, memória, gratidão e propósito de vida. “Observando esses fatores podemos ter uma noção melhor de como está nossa saúde a partir de que ponto podemos partir”, diz o profissional.

7 passos para uma vida mais saudável

Associado a esses sete marcadores, o Dr. Rizzieri Gomes destaca 7 cuidados que devemos adotar no dia a dia para manter uma vida mais saudável. Confira:

  • Equilíbrio: para tudo que a pessoa faz, a chave é saber dosar a quantidade;
  • Alimentação balanceada: não é preciso radicalizar e cortar tudo que se gosta de comer, mas escolher com consciência, pois a escolha do que comer interfere diretamente na vida da pessoa. Quando pensada de maneira adequada, trazendo nutrientes necessários, dá força e disposição para o dia a dia;
  • Exercícios físicos: manter-se ativo traz benefícios, com inúmeras vantagens. Sair da inércia e se movimentar é essencial para aumentar a vitalidade da pessoa, reduzir o estresse e manter a mente funcional. Escolher o exercício apropriado para cada pessoa (caminhar, nadar, correr, praticar ioga, meditação, esportes coletivos ou qualquer outro) é o primeiro passo;
  • Hidratação: sem água o corpo não funciona. A ingestão do líquido ajuda na digestão, circulação, fortalece os músculos, contribui com o cérebro e até mesmo com o funcionamento do coração;
  • Respeitar o próprio corpo: Se conheça e se respeite. O autoconhecimento é fundamental para tudo. Sinta seu corpo e mude no que for preciso; trabalhe mais ou menos; descanse; reflita; divirta-se e se sentir que é preciso mudar, mude;
  • Check-ups: vá ao médico regularmente para prevenir enfermidades, faça exames, vacine-se, cuide bem de você;
  • Descanso: dormir não é apenas uma necessidade de descanso mental e físico: durante o sono ocorrem vários processos metabólicos que, se alterados, podem afetar o equilíbrio de todo o organismo a curto, médio e, mesmo, a longo prazo. Sendo assim, a qualidade do sono está diretamente ligada a qualidade de vida e a promoção da saúde.

Importância do sono para a saúde

O descanso citado pelo Dr. Rizzieri, aliás, é um dos fatores mais preponderantes para a manutenção de uma vida saudável. “Um sono de qualidade cria o ambiente necessário para que todos os outros marcadores de saúde funcionem em sintonia”, destaca Ravi.

Conforme o professor de Yoga, há uma regra que pode guiar qualquer pessoa a ter um sono de mais qualidade. “Ela diz que você deve passar 4 horas sem trabalho, 3 horas sem comida, 2 horas sem telas, 1 hora sem iluminação. Se você conseguir dormir, significa que sua insônia está ligada a uma desregulação do sistema nervoso, com a qual o Yoga pode ajudar” , afirma.

Yoga e a integração entre corpo e mente para a saúde geral

“Um erro comum é considerar a saúde geral como equivalente apenas à saúde física, mas ela também engloba a saúde mental, por isso o Yoga é uma ferramenta tão poderosa para se tornar mais saudável, ele permite um equilíbrio entre corpo e mente”, destaca o especialista.

“Engana-se quem acha que o Yoga é feito apenas de posturas pensadas apenas para quem tem muita flexibilidade. Isso porque, além de englobar também técnicas respiratórias, meditação e mudanças de estilo de vida, o Yoga é democrática, qualquer um pode praticar e é uma ótima porta de entrada para ter uma vida mais saudável”, conclui o professor.

Advertisement

Você também vai gostar

Emagrecer

Quem está se propondo a perder peso muitas vezes recupera o antigo número na balança. Conheça algumas dicas para emagrecer de forma definitiva

Doenças

Médica aponta que 50% das pacientes com lipedema também apresentam varizes. Veja como iniciar o tratamento das condições

Doenças

Também conhecida como hipertensão, a pressão alta atinge 32,5% da população adulta brasileira, o que representa 36 milhões de pessoas. Além disso, mais de...

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa