Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Doenças do outono: veja como se proteger das enfermidades da estação

A queda das temperaturas e da umidade relativa do ar abrem as portas para o aumento de uma série de doenças comuns do outono

Doenças do outono: veja como se proteger das enfermidades da estação
Doenças do outono: veja como se proteger das enfermidades da estação - Foto: Shutterstock

A mudança do verão para o outono é uma das mais bruscas do ano, o que sobrecarrega o sistema imunológico. Isso porque a queda das temperaturas e da umidade relativa do ar leva ao aumento de uma série de doenças respiratórias, que se destacam como as principais enfermidades da estação que vai de março a junho.

Vale destacar que, quando o ar está mais seco, a concentração de poluentes na atmosfera aumenta. Além disso, o clima do outono favorece o ressecamento da mucosa de toda a árvore respiratória.

De acordo com o médico otorrinolaringologista Dr. Rinaldo Melo, associado a isso, as baixas repentinas de temperatura afetam o equilíbrio do nosso sistema de defesa e tendemos a ficar mais próximos e em lugares fechados. Com isso, ficamos expostos a viroses respiratórias e, também, às exacerbações de doenças respiratórias crônicas, como a asma.

As 6 doenças mais frequentes do outono e como evitá-las

O especialista aponta as seis enfermidades mais comuns do outono:

  1. Resfriados;
  2. Gripe;
  3. Crise de asma;
  4. Bronquite;
  5. Sinusite;
  6. Pneumonia.

“Para quem já tem alguma doença respiratória crônica como a rinite, sinusite ou asma, eu diria que é importante essa pessoa ‘enfrentar’ o outono com a saúde em dia. Ou seja, uma reavaliação médica em consultório é uma boa oportunidade para se preparar, manter sob controle clínico a doença crônica e verificar se as vacinas estão em dia”, afirma o médico.

Pensando em maneiras de evitar essas enfermidades, Rinaldo elenca as principais formas de se prevenir das doenças mais frequentes no outono. Confira:

  • Mantenha o organismo hidratado;
  • Pratique lavagem nasal diária com dispositivo que lhe garanta um fluxo de soro em alto volume e baixa pressão no nariz;
  • Mantenha o ambiente arejado, pois as bactérias e vírus se disseminam em ambientes fechados;
  • Lave as mãos com frequência;
  • Mantenha as vacinas em dia;
  • Mantenha hábitos saudáveis como tempo de sono adequado, alimentação saudável e exercícios físicos.
Advertisement

Você também vai gostar

Doenças

Também conhecida como hipertensão, a pressão alta atinge 32,5% da população adulta brasileira, o que representa 36 milhões de pessoas. Além disso, mais de...

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar