Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Embolia gasosa arterial: entenda o que causou internação de Saulo Pôncio

O cantor e influenciador passou alguns dias na UTI após sofrer uma embolia gasosa arterial cardíaca. Saiba o que causa o problema

Embolia gasosa arterial: entenda o que causou internação de Saulo Pôncio
Embolia gasosa arterial: entenda o que causou internação de Saulo Pôncio - Foto: Reprodução Instagram (@saulo)

O cantor e influenciador digital Saulo Pôncio precisou passar uns dias internado na UTI devido a uma embolia gasosa arterial cardíaca (quando bolhas de ar atingem a circulação sanguínea). Inicialmente, internautas passaram a associar o caso ao uso de anabolizantes, o que ele negou.

Segundo Saulo, ele e os médicos desconfiam que o motivo das bolhas de ar tenha sido uma má realização de coleta de exame de sangue de rotina. O procedimento teria sido feito alguns dias antes da internação. Ainda assim, não tem como afirmar ao certo.

“A única certeza que os médicos tinham é que nenhum tipo de injeção intramuscular (mesmo que mal aplicada) poderia causar o dano que causou, pela quantidade de ‘bolhas’ que apareceram na tomografia”, disse.

O que é a embolia gasosa arterial?

Embolia gasosa arterial é quando há a entrada de ar na circulação arterial e esse chega a determinado órgão, obstruindo a chegada de sangue ao mesmo, afirma a Dra. Bruna Miliosse, médica cardiologista do Hospital Icaraí. 

“Explicando de forma simplista o caso em questão, houve a entrada de ar na circulação arterial e esse ar impediu a ida de sangue para nutrir o coração. O principal risco é de infarto, ou seja, sofrimento do músculo do coração por não chegar sangue adequadamente nele”, esclarece a médica.

Cuidados necessários

Para evitar uma embolia, Bruna destaca que todo procedimento invasivo exige cautela. Além disso, é preciso de um ambiente adequado e um profissional capacitado. “Esses procedimentos geralmente implicam numa agressão adicional ao organismo, que pode ser desde uma coleta de sangue (de uma artéria ou veia), uma agressão a um tecido (como em procedimentos estéticos) ou mesmo cortes em pele, músculos e demais estruturas do organismo (como em cirurgias)”, diz a cardiologista.

Portanto, eles não são isentos de riscos. Estes podem ser: infecções, sangramentos, tromboses ou embolias, como foi o caso do cantor em questão, conforme o boletim médico. “Quanto mais capacitado é o profissional que está realizando o procedimento, menor o risco de complicações. E caso haja algum evento adverso, o suporte em uma clínica ou hospital com infraestrutura é necessário. Por isso é importante não fazer procedimentos em locais que não tenham habilitação para tal”, adverte a especialista.

Advertisement

Você também vai gostar

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema

Beleza

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais feitas no Brasil, mas ainda é cercada de muitos mitos e tabus

Dor

Ortopedista aponta que a dor pode surgir no quadril sem percebermos, e irradiar para o joelho, causando bastante desconforto