Connect with us

O que você está procurando?

Saúde Mental

Estresse pode afetar memória e raciocínio, diz estudo

Pesquisa recente adicionou novos problemas na lista de malefícios causados pelo estresse. Combater o problema contribui para a saúde a longo prazo

Estresse pode afetar memória e raciocínio, diz estudo
Estresse pode afetar memória e raciocínio, diz estudo - Foto: Shutterstock

Uma pesquisa publicada recentemente na revista JAMA Network Open revelou que pessoas com 45 anos ou mais que têm altos níveis de estresse são 37% mais propensas a ter problemas cognitivos, incluindo de memória e raciocínio, do que aquelas que não estão estressadas.

O estudo acompanhou 24.448 pessoas por mais de uma década, que também participaram de uma pesquisa contínua de longo prazo sobre a saúde do cérebro. Periodicamente, os pesquisadores usaram testes padronizados para determinar o estado cognitivo de cada um.

Os participantes autoavaliaram seus níveis de estresse — envolvendo sentimentos ou situações além de sua capacidade de enfrentamento. Segundo as declarações, cerca de 23% deles relataram altos níveis do problema.

Estresse

O estresse é uma reação natural que ocorre quando uma pessoa está sob pressão. A curto prazo, pode fornecer motivação positiva. Por exemplo, pode pressioná-lo a terminar um projeto ou a pisar no freio para evitar um acidente.

No entanto, na forma crônica, o estresse pode levar a vários problemas de saúde física e mental. É o caso da ansiedade, depressão, dores de cabeça, doenças cardíacas, pressão alta, problemas de sono e muito mais.

Com o estudo, novos problemas cognitivos entraram na lista. Além disso, os pesquisadores determinaram que o risco de declínio cognitivo — também conhecido como comprometimento cognitivo leve, ou MCI — foi maior entre os participantes mais estressados, independentemente de idade, raça ou sexo.

A Associação Americana de Psicologia observa que a redução do estresse não é benéfica apenas a curto prazo, como também protege a saúde a longo prazo. Como fazer isso varia de pessoa para pessoa. Porém, a entidade destaca que, para começar, é preciso determinar a causa do estresse e desenvolver um plano para combatê-lo.

Advertisement

Você também vai gostar

Emagrecer

Quem está se propondo a perder peso muitas vezes recupera o antigo número na balança. Conheça algumas dicas para emagrecer de forma definitiva

Doenças

Médica aponta que 50% das pacientes com lipedema também apresentam varizes. Veja como iniciar o tratamento das condições

Doenças

Também conhecida como hipertensão, a pressão alta atinge 32,5% da população adulta brasileira, o que representa 36 milhões de pessoas. Além disso, mais de...

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa