Connect with us

O que você está procurando?

Busca

Beleza

Flacidez nos braços: conheça a técnica que retrai a pele local

Técnica é indicada após a remoção do excesso de gordura com lipoaspiração em alta definição e melhora significativamente a flacidez

Flacidez nos braços: conheça técnica que retrai a pele local
Flacidez nos braços: conheça técnica que retrai a pele local - Foto: Shutterstock

Basta acenar para alguém e, imediatamente, a flacidez nos braços aparece como quem não quer nada. infelizmente, uma hora ou outra, todos vamos passar por isso. Isso porque, a partir dos 25 anos, nosso corpo começa a diminuir a produção de colágeno, uma proteína responsável pela firmeza e elasticidade da pele. 

Mas não é apenas a idade a responsável por uma menor produção de colágeno. Fatores como efeito sanfona, tabagismo, exposição excessiva ao sol, má alimentação e sedentarismo contribuem mais ainda para aumentar esse desequilíbrio.

“São vários os fatores que levam a diminuição da produção do colágeno. O primeiro é a idade, mas isso pode piorar com fatores alimentares e falta de atividade física”, afirma a  cirurgiã plástica Dra. Cíntia Rios. 

“Se você tem menos de 45 anos e também tem o problema do ‘tchauzinho’, observe bem a sua alimentação. Se você come muito açúcar, precisa ir ao banheiro todo dia para produzir um colágeno de qualidade e fazer um controle adequado do seu peso. Isso porque o excesso de peso pode destruir o colágeno e aumentar muito a insulina, a glicemia e a hemoglobina glicada”, justifica a profissional.

Braquioplastia

Assim como a flacidez é considerada um incômodo para a maioria das pessoas, ela também é um verdadeiro desafio para o cirurgião, pois não é uma questão fácil de ser tratada com eficácia. A braquioplastia, por exemplo, pode resultar em uma cicatriz grande e difícil de ser escondida. Por isso, a possibilidade de utilizar o Renuvion é motivo de comemoração para especialistas.

Como funciona o tratamento de flacidez com o Renuvion

Trata-se de um novo aparelho, considerado um dos maiores avanços tecnológicos em cirurgia estética dos últimos vinte anos, afirma Cíntia.  Após a remoção do excesso de gordura com lipoaspiração em alta definição, ressaltando as curvas anatômicas dos músculos do braço, é realizada a aplicação do Renuvion logo abaixo da pele, na subderme, explica a profissional. 

Segundo ela, essa é uma tecnologia nova que combina radiofrequência e plasma de gás hélio, produzindo um efeito térmico duplo de calor e resfriamento. O objetivo é uma melhora importante da flacidez, com retração da pele entre 30 a 80%, indica o/a especialista.

“Os diferenciais do Renuvion é fazer a retração da pele de forma interna. Além disso, ele estimula a produção de colágeno através de mecanismo de energia elétrica fazendo com que a proteína se contraia e, com isso, a gente tem uma produção melhor”, acrescenta Cíntia.

Além do efeito harmonioso do aparelho, ele deixa cicatrizes bem menores, e portanto, mais discretas. Isso porque sua utilização necessita somente de um pequeno corte na pele, em torno de 1 centímetro, que é feito em um lugar estratégico para ficar menos aparente.

Cíntia destaca que quem se sente incomodado com a perda da tonicidade da pele do braço precisa de uma avaliação individualizada sobre a possibilidade de se submeter ao procedimento com o Renuvion. “Também é importante ressaltar que ele não necessita de várias sessões. A aplicação é em procedimento único, e depois, é só dar tchauzinho sem receio e com mais confiança”, afirma a médica.

Também é preciso ter uma vida saudável

A especialista destaca ainda que, muitas vezes, os diferenciais do procedimento podem nem ser necessários. “Se você tiver boa alimentação e hábitos saudáveis de vida, não há o que retrair, porque a beleza vem sempre de dentro pra fora. Então, o Renuvion é a melhor tecnologia na minha opinião. Mas, se você não for o melhor paciente, nunca vai conseguir atingir o melhor resultado”, conclui a especialista.

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Frutas nativas do Brasil protegem o intestino e previnem doenças como hipertensão, obesidade, diabetes, condições cardiovasculares e câncer

Dor

Ortopedista especialista em coluna aponta oito atitudes que podem ajudar a preservar o principal eixo de sustentação do nosso corpo

Alimentação

A introdução alimentar costuma ser um grande desafio, principalmente quando o bebê apresenta reações alérgicas

Insônia

Alguns mitos e desinformações atrapalham a rotina de sono dos recém-nascidos, o que é um desafio para a família e também para o bebê