Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

O que é a erisipela, infecção que Bolsonaro suspeita ter

O presidente confidenciou a aliados que está com diversas feridas na perna. De acordo com ele, os médicos suspeitam que a causa seja erisipela

O que é a erisipela, infecção que Bolsonaro suspeita ter
O que é a erisipela, infecção que Bolsonaro suspeita ter - Foto: Reprodução Instagram (@jairmessiasbolsonaro)

O estado de saúde de Bolsonaro voltou a preocupar seus aliados. O próprio presidente teria confidenciado ao grupo de apoio ao governo que está com várias feridas na perna. Ele chegou a dizer que a suspeita dos médicos é de que se trata de erisipela, um processo infeccioso da pele, que pode atingir a gordura do tecido celular.

Causas e sintomas da erisipela

A erisipela causa vermelhidão, dor e inchaço, o que ocorre principalmente nas pernas, mas pode afetar também os braços, o abdômen e a face – sintomas semelhantes aos da celulite infecciosa. 

“Tanto a erisipela quanto a celulite infecciosa ocorrem quando as bactérias, que fazem parte da flora bacteriana de nossa pele, principalmente a bactéria estreptococo, penetram no tecido cutâneo aproveitando os canais de entrada na pele por cortes ou feridas”, explica a cirurgiã vascular Dra. Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

De acordo com a especialista, essas bactérias provocam infecções que rapidamente afetam os vasos linfáticos existentes na segunda camada da pele. Como resultado, a pele fica dolorida, avermelhada, inchada e quente, podendo causar também febre e calafrios em algumas pessoas.

Tratamento

O tratamento da erisipela é feito com o uso de antibióticos. Nos casos mais leves, o tratamento pode ser feito em casa e os antibióticos são tomados na forma de comprimidos. Já em casos mais graves, o paciente é internado no hospital e os antibióticos são administrados diretamente na veia. O médico também pode receitar analgésicos e antitérmicos para reduzir a dor e a febre. 

“Normalmente os sintomas melhoram em 10 dias após o início do uso de antibióticos. Mas, para ajudar no tratamento, é importante também que o paciente repouse e mantenha o membro afetado elevado durante trinta minutos três vezes ao dia para diminuir a dor e o inchaço, além de manter a área infectada sempre limpa”, completa a médica.

É possível prevenir a erisipela?

De acordo com a Dra. Aline Lamaita, na grande maioria das vezes, é possível prevenir a erisipela. Por exemplo, caso você se corte por acidente, é fundamental lavar as feridas com água e sabão, enxugando bem com uma toalha em seguida. 

“Além disso, se você sofrer com onicomicoses, micoses interdigitais e de unha, é essencial que você consulte um dermatologista para realizar o tratamento adequado, pois estas fissuras que se formam nos vãos dos dedos dos pés são portas de entrada para as bactérias causadoras da doença”, afirma. 

“Porém, o mais importante é que você consulte um médico clínico ou cirurgião vascular ao notar qualquer sinal de erisipela ou celulite infecciosa. Apenas um especialista poderá realizar uma avaliação e indicar o melhor tratamento para o seu caso”, destaca.

Advertisement

Você também vai gostar

Beleza

O inverno exige mais cuidados com a pele por conta do clima seco e das temperaturas baixas, que causam ressecamento

Alimentação

Nada melhor do que um bom chá para esquentar o corpo e fortalecer a saúde neste inverno. Confira algumas opções

Doenças

As doenças respiratórias estão entre as enfermidades mais comuns durante o inverno. Entenda quais as doenças mais frequentes e como prevenir

Notícias

Estudo mostrou que 88% das pessoas de todo o mundo têm menos vitamina D no corpo do que o recomendado, o que causa diversos...