Connect with us

O que você está procurando?

Busca

Saúde da Mulher

Outubro Rosa: projeto tatua mulheres mastectomizadas gratuitamente

Tatuador carioca aproveita o Outubro Rosa para oferecer tatuagens de reconstrução areolar para mulheres que retiraram as mamas

Outubro Rosa: projeto tatua mulheres mastectomizadas gratuitamente
Outubro Rosa: projeto tatua mulheres mastectomizadas gratuitamente / Foto: Shutterstock

Outubro Rosa 2022 está próximo. A campanha surgiu em 1990 com o objetivo de conscientizar as mulheres de todo o mundo sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Durante o mês, uma série de ações são realizadas em todo o planeta. Uma delas é o Y Rosa, que acontece nos dias 13 a 15 no Yurgan Tattoo Studio, no Rio de Janeiro.

O tatuador Yurgan Barret criou o Y Rosa com o objetivo de devolver a autoestima para mulheres mastectomizadas – isto é, que passaram pela cirurgia de retirada parcial ou total das mamas. Com a tatuagem realista para reconstrução da aréola, essas mulheres têm a oportunidade de se sentirem confiantes mais uma vez.

O projeto

A nova edição acontece no Yurgan Tattoo Studio, localizado no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro. Na ação, que também busca reforçar a importância do diagnóstico precoce, o estúdio de tatuagem fica pink, em homenagem ao Outubro Rosa. 

“Esse é um projeto que organizamos anualmente com muito carinho. Foi a forma que encontramos de usar a nossa arte para um bem maior. Em 2018 recebemos o prêmio de Cidadania pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e isso nos deu ainda mais energia para continuar”, afirma Anne Barret, sócia do estúdio e esposa de Yurgan.

Patrícia, mulher mastectomizada que foi tatuada pelo projeto, conta que depois que se submeteu ao procedimento teve a autoestima de volta. “Eu não digo que é uma tatuagem, digo que é uma arte que me devolveu a autoestima em relação ao meu seio, porque eu não tinha, eu não gostava de me olhar no espelho. E você olhar ali que tem aréola é muito real, é um trabalho muito bonito”, declara.  

Rosângela, outra participante da iniciativa, frisou que reconstrução mamária pós-mastectomia é uma etapa fundamental, mas o toque final é a reconstrução da aréola. “É o realismo que ele cria em você. Porque a reconstrução da mama não é completa. O toque final, o pingo no i é a tatuagem. É você fazer aquilo aquilo se tornar realidade de novo”, conta.

Cristiane, que também participou do Y Rosa, falou que é muito bom poder contar com um projeto como esse, que ajuda diversas mulheres. “Isso é muito importante para todas nós”, comenta. 

Yurgan afirmou que se sente muito satisfeito com a felicidade das mulheres diante do resultado final. “Acho que o mais incrível é como que cada uma das mulheres que eu atendo fica depois de todo procedimento”, afirma o tatuador.

Expansão para outras cidades

O Y Rosa já atendeu mulheres no Rio de Janeiro e em Florianópolis, e agora ganha força através da parceria com uma grande empresa farmacêutica. Isso possibilitou levar o projeto a diferentes cidades brasileiras ao longo do ano, para que mais mulheres possam ser beneficiadas.

“Não vai ser só em outubro. Afinal, durante todo ano, mulheres são diagnosticadas, tratadas e precisam dessa solução. Então, a partir de agora, o Y Rosa acontece de janeiro a janeiro, em diferentes lugares do Brasil”, explica Anne.

Ela conta como surgiu a iniciativa, que soma-se a outra do Outubro Rosa. “Um dia de manhã, a gente estava deitado junto e eu provoquei o Yurgan. Falei assim: amor, o meu sentimento é que a gente tem tanta coisa boa, que a gente precisa retribuir de alguma forma para as pessoas, para a sociedade. O que a gente deixa de legado? Dessa conversa, uma ação que o Yurgan já fazia de forma esporádica que era atender mulheres que passaram pelo câncer para fazer a reconstrução da aréola por meio de tatuagem, acabou virando o Y Rosa”. 

As inscrições para participar do projeto podem ser feitas pelo site ou pelo Instagram (@yurgantattoo).

Advertisement

Você também vai gostar

Câncer

Médico ginecologista esclarece as dúvidas e os mitos mais comuns sobre o câncer de mama, do diagnóstico ao tratamento

Câncer

Além do câncer de mama, a obesidade é fator de risco para outros 12 tipos de câncer. Veja qual seu impacto na saúde e...

Câncer

Além da quimio e radioterapia, diversas terapias podem complementar o tratamento de câncer de mama, promovendo mais qualidade de vida

Câncer

Nos casos de câncer em que é preciso a retirada total ou parcial da mama, a paciente pode optar pela reconstrução do seio