Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Sheila Mello revelou fazer sexo tântrico; saiba como praticar

A atriz e dançarina chamou a experiência de “muito potente”. Confira o passo a passo de sexo tântrico para iniciantes

Sheila Mello revelou fazer sexo tântrico; saiba como praticar
Sheila Mello revelou fazer sexo tântrico; saiba como praticar - Foto: Shutterstock

A atriz e dançarina Sheila Mello, 44, revelou em entrevista ao portal Gshow que já experimentou o sexo tântrico. De acordo com ela, a experiência foi “muito potente”. “Infelizmente, é um tabu, as pessoas não conhecem os seus corpos, elas acabam delegando o seu prazer para outras pessoas e é uma pena”, declarou. 

De fato, o autoconhecimento é fundamental para a experiência dar certo. Mas, além disso, é importante seguir alguns direcionamentos para aproveitar os prazeres intensos do sexo tântrico.

O Tantra é uma técnica milenar criada pelos drávidas, povo que vivia antigamente na região norte da Índia. Com base em estudos práticos e teóricos bem aprofundados, o objetivo da prática é aumentar a conexão entre os casais.

Todo o ato pode demorar horas, ou o tempo que o casal julgar necessário. No entanto, muitas vezes o resultado é um orgasmo poderoso. Isso porque, todo o corpo recebe estímulos que aumentam o prazer

Há várias técnicas no sexo tântrico, mas, para iniciantes, o roteiro simplificado já garante bons resultados. Confira abaixo as orientações:

Reserve tempo

Tanto faz se for pela manhã ou à noite — o ideal é colocar as dicas em prática no período em que os dois estiverem mais dispostos e descansados. Se tiverem filhos, deixe as crianças com as avós ou com uma babá. Sexo tântrico, por mais básico que seja, deve ser realizado sem pressa. Por isso, deixe de lado as preocupações e concentre-se no momento.

Escolha um lugar calmo e organizado

Pode ser o quarto ou a sala, não importa. Confira se a porta está trancada e desligue o celular. O local deve ser preparado com carinho e cuidado, além de estar bem limpo, livre de poeira e bagunças.

Como vocês vão começar o sexo tântrico sentados de frente um para o outro, se ficarem na sala o ideal é forrar o chão com lençóis ou edredons. Uma música suave, em volume baixo, pode complementar o ambiente, assim como flores frescas e uma iluminação suave (pode ser à luz de velas).

Primeiro explore o próprio corpo

Comece prestando atenção na sua respiração e vá relaxando aos poucos. Passe as mãos pelos cabelos e vá percorrendo com seus dedos, o rosto, os lábios, as orelhas. Depois parta para o pescoço, os braços, seios, barriga, nádegas e púbis.

Repita os toques no corpo do parceiro

Peça para ele fazer o mesmo em você. É importante que, nesse momento, ninguém se preocupe em explorar os genitais, pois a ideia é que cada um perceba o corpo um do outro.

Faça o abraço tântrico

A posição, chamada Yab Yum, é fundamental para trabalhar as polaridades feminina e masculina e aumentar a conexão do casal através da conexão da respiração. O abraço tântrico é simples: o homem se senta com as pernas cruzadas e a mulher se posiciona em seu colo, envolvendo o quadril dele com suas pernas.

Os dois precisam passar algum tempo assim, sendo que o ar expirado pelo homem é inspirado pela mulher e vice-versa. É como se formasse uma respiração circular. Com isso, os batimentos cardíacos também se regulam.

Olhem um para o outro

A troca de olhares é um dos pilares da prática e serve para fortalecer o vínculo e expressar o afeto. Tudo bem se sentir desconfortável e até mesmo cair na risada nas primeiras vezes. Tentem persistir e sustentar o momento “olhos nos olhos” por cinco minutos, depois dez e até quinze. Conforme vão conseguindo, busquem transmitir tudo o que sentem no relacionamento.

Massagens a dois

A primeira técnica de massagem tântrica é a Sensitive, que estimula o tato. Os dois, simultaneamente, devem passar as pontas dos dedos devagarinho pelo corpo um do outro. A ideia é percorrer cada zona erógena sem pressa. Depois, com um óleo aromático ou óleo de coco, os dois começam a se massagear. Nessa etapa, acredite, vocês já estão fazendo sexo tântrico.

A conexão com o corpo um do outro já promove a troca de energia esperada pela prática. Os toques, entretanto, precisam ser leves, suaves, e percorrer todo o corpo, deixando os órgãos genitais. A ideia não é se excitarem, mas explorarem um ao outro.

Beijos suaves

Um deve beijar o outro delicadamente. As sucções devem ser suaves e, quando a língua entrar em ação, deve se movimentar devagar.

A penetração fica para o final

A sessão de preliminares e carícias deve ser um tanto demorada, para que cada um observe as respostas sexuais do outro a cada toque e movimento. Isso vai permitir, nas próximas relações, que identifiquem melhor o que estimula e desperta o desejo do outro, aumentando a sintonia. Por fim, a penetração precisa ser retardada o máximo de tempo possível. O orgasmo precisa vir antes.

Fontes: Juliana Bonetti Simão, psicóloga especializada em sexualidade, de São Paulo (SP), e Tiago Brumatti, terapeuta tântrico e diretor do Paraíso Tantra — Centro Especializado em Massagem Tântrica, em São Paulo (SP).

Advertisement

Você também vai gostar

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema

Beleza

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais feitas no Brasil, mas ainda é cercada de muitos mitos e tabus

Dor

Ortopedista aponta que a dor pode surgir no quadril sem percebermos, e irradiar para o joelho, causando bastante desconforto