Connect with us

O que você está procurando?

Diabetes

Tem diabetes? Veja algumas dicas para aproveitar a Páscoa

Para pacientes com diabetes, a época da Páscoa pode ser especialmente desafiadora. Veja como aproveitar sem descuidar da saúde

Tem diabetes? Veja algumas dicas para aproveitar a Páscoa
Tem diabetes? Veja algumas dicas para aproveitar a Páscoa - Foto: Shutterstock

Com a proximidade da Páscoa, podemos afirmar: estamos na semana mais doce do ano. No entanto, esse pode ser um período especialmente desafiador para os pacientes com diabetes. Afinal, cresce naturalmente por todos os lados o consumo de doces e chocolates, alimentos ricos em açúcar e carboidratos.

“Isso pode levar a picos de glicose no sangue, tornando o controle da diabetes mais difícil durante esse período. Além disso, pode ser difícil resistir às tentações de doces típicos da época”, destaca a médica pós-graduada em nutrologia, Dra. Patrícia Santiago.

Mas será que a solução para lidar com o feriado é evitar totalmente os chocolates? De acordo com Patrícia, não é preciso ser tão radical assim.

“A solução é a escolha e o equilíbrio no consumo, pois é possível consumir chocolates durante a Páscoa, mesmo para pacientes com diabetes, desde que seja feito com moderação e cuidado”, afirma. 

Dicas para celebrar a Páscoa sem sobrecarregar a diabetes

Pensando nisso, a profissional dá algumas dicas para pacientes com diabetes aproveitarem a Páscoa. Confira:

  • Escolha chocolates com teor de cacau mais alto, pois eles geralmente contêm menos açúcar;
  • Opte por porções menores para controlar a quantidade de açúcar e carboidratos consumidos;
  • Espalhe o consumo ao longo do dia para evitar picos de glicose no sangue;
  • Priorize chocolates sem adição de açúcares ou adoçados com substitutos de açúcar, como stevia ou eritritol;
  • Monitore os níveis de glicose no sangue regularmente para garantir que estejam dentro da faixa recomendada;
  • Siga o plano de alimentação saudável prescrito pelo médico ou nutricionista, prestando atenção à quantidade e qualidade dos alimentos consumidos;
  • Dê preferência por proteína e fibras, especialmente as fibras que ajudam a controlar os níveis de glicose no sangue e promover a sensação de saciedade;
  • Mantenha-se ativo através da prática regular de exercícios físicos, o que pode ajudar a controlar os níveis de glicose no sangue;
  • Evite o excesso de doces e chocolates, optando por porções controladas e escolhendo opções com menor teor de açúcar sempre que possível;
  • Não se esqueça de tomar os medicamentos conforme prescrito pelo médico, mesmo durante os feriados;
  • Planeje com antecedência o que você vai comer e esteja preparado para fazer escolhas saudáveis;
  • Modere o consumo de álcool, lembrando sempre de que o álcool pode afetar os níveis de glicose no sangue;
  • Envolva-se na preparação das refeições, o que te dará mais controle sobre os ingredientes para escolher opções mais saudáveis, como assar legumes em vez de fritá-los;
  • Busque apoio e orientação de profissionais de saúde, caso surjam dúvidas ou preocupações específicas relacionadas a esse assunto.

Segundo ela, com as orientações acima, os pacientes diabéticos podem desfrutar da Páscoa de maneira saudável e equilibrada, mantendo o controle da sua condição.

Existe um chocolate mais indicado para o paciente diabético? Qual?

Na hora de fazer as compras de Páscoa, o recomendado é escolher chocolates com teor mais elevado de cacau, pois eles geralmente contêm menos açúcar e têm um menor impacto nos níveis de glicose no sangue, informa Patrícia. 

O chocolate amargo ou meio amargo, por exemplo, com teor de cacau de 70% ou mais, é geralmente mais adequado, pois contém menos açúcar e mais antioxidantes. 

No entanto, é importante sempre verificar os rótulos dos produtos para garantir que não contenham grandes quantidades de açúcar adicionado. Isso porque, muitas vezes, não há adição de açúcar, mas de xarope de frutas ou outras substâncias que causam uma hiperglicemia, destaca Patrícia.

“Além disso, chocolates sem adição de açúcares ou adoçados com substitutos como polióis como eritritol ou servia também podem ser boas opções para pacientes com diabetes”, aponta a profissional.

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Entenda como uma dieta bem elaborada pode auxiliar o descanso adequado e a recuperação do seu organismo

Notícias

O método Roma IV é a principal forma de identificar constipação em crianças, mas pesquisadores apontam forma mais eficiente

Saúde Mental

Profissional aponta as cinco feridas emocionais mais comuns e sugere formas de lidar com as consequências na vida adulta

Notícias

Neurocientista revela que beijamos muito mais com o cérebro do que com a boca. Entenda o que acontece durante o beijo