Connect with us

O que você está procurando?

Beleza

Vitamina C pura ou derivada: qual a melhor para a pele?

Dermatologista explica qual a diferença entre a forma pura da vitamina C e a forma derivada. Ambas garantem benefícios incríveis

Vitamina C pura ou derivada: qual a melhor para a pele?
Vitamina C pura ou derivada: qual a melhor para a pele? - Foto: Shutterstock

A vitamina C é uma das queridinhas nos consultórios dermatológicos, e frequentemente é prescrita para compor uma rotina de cuidados. Isso porque ela traz diversos benefícios para a saúde da pele, como estimular a produção de colágeno, clarear manchas, proteger contra a radiação ultravioleta e também evitar o envelhecimento precoce

A dermatologista Cláudia Sandri explica que o organismo precisa estar com níveis ideais do nutriente para que ele consiga produzir colágeno. Além da alimentação, que favorece esses benefícios de maneira secundária, as pessoas que buscam um resultado mais efetivo devem optar pelas formas tópicas, ou seja, o uso de dermocosméticos.  

“A melhor indicação de uso da vitamina C é logo pela manhã, quando é possível extrair o máximo de seus benefícios. O ideal é passar a vitamina antes do protetor solar, porque ela tem a capacidade de potencializar a ação do protetor”, afirma a especialista.  

Além disso, a vitamina também pode devolver luminosidade e brilho para a pele. Cláudia reforça que, principalmente aquelas mulheres que estão entrando na menopausa, cujos hormônios já não estão nos melhores níveis, precisam dar uma atenção especial ao nutriente. “Essas mulheres com hormônios e vitamina C baixos vão ter uma pele mais flácida precocemente se elas não cuidarem”, alerta. 

Da mesma forma, ela indica que as mulheres mais jovens devem começar com a prevenção utilizando o ativo. A partir dos 20 anos de idade já é possível incluí-la na rotina de skincare, segundo a dermatologista. 

Vitamina C pura ou derivada: qual escolher?

De acordo com a Dra. Cláudia, muitas pessoas chegam no consultório querendo utilizar apenas a vitamina C pura. No entanto, ela explica que, embora a pura seja realmente mais eficaz em alguns casos, não quer dizer que a derivada seja uma opção ruim. 

“A forma derivada é um pouco menos potente, pois o resultado é mais demorado. Contudo, em casos de peles mais sensíveis ou com muita acne, por exemplo, essa é a melhor opção”, explica. 


Além disso, a vitamina C derivada tem seus próprios benefícios.“Ela é mais barata, possui um cheiro mais leve e é muito mais estável e fácil de ser armazenada do que a substância pura”, aponta a profissional.  

Isso porque, para obter o tipo puro são necessárias tecnologias mais avançadas e, por isso, o valor do produto final acaba sendo mais caro. Porém, Cláudia afirma que existem marcas muito boas e reconhecidas de vitamina C derivada no mercado e que valem o uso.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse