Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

8 em cada 10 casos de cegueira podem ser prevenidos; veja como prevenir

Deixar de ir ao oftalmologista e ignorar os problemas de visão pode levar à cegueira. Saiba como prevenir a perda completa da visão

8 em cada 10 casos de cegueira podem ser evitados; veja como prevenir
8 em cada 10 casos de cegueira podem ser evitados; veja como prevenir - Foto: Shutterstock

Cerca de 80% dos casos de cegueira seriam evitáveis se as principais doenças oculares fossem diagnosticadas a tempo e tratadas corretamente, indica a Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a entidade, cerca de 1,3 bilhões de pessoas têm alguma condição visual que não permite enxergar bem. No Brasil, cerca de 3,5% têm deficiência visual, conforme o Ministério da Saúde.

Por mais que a visão seja algo tão fundamental, ainda falta muita conscientização no país, além de não haver a cultura de ir ao oftalmologista e cuidar dos olhos. Segundo pesquisa do Ibope, com apoio do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, 34% dos brasileiros nunca se consultaram com um médico oftalmologista.

Para o médico oftalmologista Dr. Renan Oliveira, fundador e diretor Médico da Verai, os exames preventivos são imprescindíveis. “Quando se fala em saúde dos olhos, é preciso atuar antes de começar os sintomas, porque muitos deles caracterizam perdas irreversíveis”, destaca. 

Portanto, é necessário difundir cada vez mais informações sobre esse tema. Pensando nisso, o médico elencou sete dicas para prevenir a cegueira e cuidar bem da sua visão. Confira:

1 – Marque um exame oftalmológico 

O exame oftalmológico pode detectar alterações precocemente e evitar um problema ocular futuro. Por isso, a melhor forma de prevenção é realizar consultas regulares ao oftalmologista, mesmo na ausência de sintomas. 

2 – Use óculos de grau, se precisar  

Para quem precisa, os óculos de grau ajudam a enxergar de forma mais nítida e diminuem o esforço excessivo da musculatura dos olhos, evitando o cansaço ocular e as dores de cabeça associadas. Existem lentes com tecnologias específicas que trazem benefícios adicionais para cada caso. 

3 – Conheça seu histórico familiar de problemas na visão 

Várias doenças oculares são de origem hereditária, por isso são mais comuns quando há outras pessoas afetadas na família. Alguns exemplos são a miopia, o glaucoma, o ceratocone e diversas enfermidades genéticas da córnea e da retina. 

4 – Use óculos escuros em dias de sol forte 

Óculos de sol com proteção UVA e UVB evitam que a radiação solar cause danos aos olhos. A exposição excessiva ao sol sem proteção pode causar problemas como catarata, pterígio, tumores oculares e doenças na retina. 

5 – Use óculos de proteção durante atividades de risco 

Uma importante causa de cegueira é o trauma ocular. Lesões oculares graves podem acontecer durante o trabalho em fábricas ou construção civil, na prática de alguns esportes ou em brincadeiras de criança com objetos pontiagudos.  

6 – Estimule hábitos visuais saudáveis nas crianças para evitar a miopia 

A miopia pode aumentar rapidamente em crianças, levando à alta miopia, uma condição associada a problemas graves como degeneração macular, descolamento de retina e glaucoma. 

Para o desenvolvimento natural do olho e a prevenção da miopia, as crianças devem passar pelo menos duas horas por dia ao ar livre e evitar o uso prolongado de eletrônicos próximos aos olhos. 

7 – Tenha hábitos de vida saudáveis 

Praticar exercícios regularmente, manter uma dieta equilibrada e não fumar são hábitos saudáveis que reduzem muito o risco de doenças que podem afetar a visão, como hipertensão e diabetes. Se você tem essas condições, controle-as com o seu médico.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse