Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Alergia ou vírus? Saiba identificar e o que fazer com a rinite

As características do outono aumentam os casos de doenças respiratórias, entre elas a rinite. Saiba como tratar cada caso da doença

Alergia ou vírus? Saiba identificar e o que fazer com a rinite
Alergia ou vírus? Saiba identificar e o que fazer com a rinite - Foto: Shutterstock

Com a queda das temperaturas e o tempo mais seco por conta do outono, as doenças respiratórias começam a fazer presença. E, entre as mais comuns, está a rinite. Suas causas podem ser alérgicas ou pela contaminação por microrganismos, como vírus e bactérias. Saiba como identificar o quadro e o que fazer para aliviar os sintomas.

Aliás, tentar diferenciar através dos sintomas a rinite alérgica da viral, por exemplo, não costuma ser muito efetivo. Isso porque as doenças compartilham os mesmos sinais de alerta: congestão nasal, espirro e coriza.

Rinite alérgica ou não?

Segundo a médica otorrinolaringologista Dra. Renata Moura, coordenadora de Otorrinolaringologia da Associação Médica Fluminense, o que vai definir se é uma rinite alérgica ou não é simplesmente a história clínica. 

“O que ajuda a diferenciar é a história clínica e exames. Isso porque, na rinite alérgica, eu vou detectar através do exame de sangue ou do Prick Test (teste de sensibilidade cutânea) se há alergia a alguma substância ou não”, afirma.

Ela lembra ainda que o quadro não alérgico pode ser de natureza hormonal, medicamentosa ou alimentar. “Por exemplo, se o meu nariz escorre quando eu estou me alimentando, isso é uma rinite provocada pelo alimento. Se é uma questão de piora da congestão nasal e coriza quando eu estou grávida, isso é um quadro hormonal”, explica. 

Tratamento

Se o quadro para rinite alérgica for confirmado, o tratamento pode ser medicamentoso – seja com anti-histamínico, corticóide oral, corticoide nasal, lavagem nasal e até vacina. “No caso das não alérgicas, não existe a possibilidade da vacina, e o melhor tratamento é lavagem nasal, corticóide intranasal e até o uso de algum tipo de descongestionante nasal. Isso porque um sintoma muito típico é o nariz entupido”, aponta a médica.

Rinite em crianças

Conforme Renata, as crianças costumam ter muita rinite alérgica, mas o diagnóstico só é possível em torno dos 2 ou 3 anos de idade. “Vale lembrar que elas são muito sensíveis à variação climática, às vezes, e a produtos de cheiro forte. Isso configura uma rinite alérgica. Além disso, é possível ter rinite alérgica e não alérgica associada”, finaliza a otorrinolaringologista.

Advertisement

Você também vai gostar

Doenças

Também conhecida como hipertensão, a pressão alta atinge 32,5% da população adulta brasileira, o que representa 36 milhões de pessoas. Além disso, mais de...

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar