Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Americano fica cego por conta de lentes de contato; veja os riscos

Jovem cochilou utilizando a lentes de contato e perdeu a visão de um olho. Oftalmologista alerta os riscos do uso incorreto

Americano fica cego por conta de lente de contato; veja os riscos
Americano fica cego por conta de lente de contato; veja os riscos - Foto: Shutterstock

O norte-americano Mike Krumholz, de 21 anos, perdeu a visão de um olho após cochilar usando lentes de contato. Ele dormiu por apenas 40 minutos, mas o tempo foi suficiente para acordar com o olho direito vermelho e irritado.

Quando foi ao médico, ele recebeu o diagnóstico errado para herpes simples tipo 1. Mas, na verdade, seu caso se tratava de uma infecção por Acanthamoeba, um parasita que vive na água doce.

Inicialmente, os médicos prescreveram antibióticos que acabaram piorando o quadro de Mike. Apenas no fim de janeiro ele recebeu o diagnóstico correto: uma ceratite (infecção ocular) causada pelo parasita. 

Então, Mike passou pela terapia fotodinâmica, procedimento no qual o branco do olho foi colocado sobre a pupila para combater o parasita. No entanto, a irritação do olho direito virou uma dor extrema e o jovem perdeu a visão do olho direito. 

O norte-americano relata enxergar apenas formas em preto e cinza, como uma televisão com interferência. Ele espera poder realizar um transplante para ter ao menos 50% da visão de volta.

Acanthamoeba

Segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), os principais fatores de risco para o desenvolvimento da ceratite por Acanthamoeba são se expor à água usando lentes de contato, especialmente as gelatinosas. 

Os sintomas mais comuns são desconforto, coceira, fotofobia, ardência e lacrimejando, o que faz com que a doença possa ser confundida com outras. Estima-se que em casos mais graves, os pacientes acabem com menos de 25% da visão ou até fiquem cegos. Cerca de um em quatro casos requer transplantes de córnea. 

Os riscos de usar as lentes de contato incorretamente

Infelizmente, grande parte dos usuários de lentes desconhece as informações corretas para o uso saudável das lentes de contato. Isso faz com que estas sejam um grande fator de risco para a saúde ocular.

“O uso incorreto das lentes pode ocasionar uma gama de prejuízos à saúde ocular, que vão de sensações desconfortáveis a lesões de diversos níveis de gravidade. Como a córnea é um tecido transparente, as infecções podem trazer consequências devastadoras aos olhos, limitando a visão caso surjam cicatrizes. Mesmo lesões aparentemente inofensivas nos olhos são dignas de atenção e tratamento imediato”, alerta o médico oftalmologista Dr. Tiago César Pereira Ferreira. 

Ele ressalta que os olhos são estruturas extremamente complexas e sensíveis. Por conta disso, uma pequena fissura pode evoluir para uma infecção mais grave. “Casos de uso incorreto de lentes de contato podem causar não só essas fissuras, como também podem contribuir para a formação de úlceras, que nada mais são que feridas abertas no olho e, em graus mais severos, podem levar à perda parcial ou total da visão, ao transplante de córnea ou mesmo a perda do globo ocular”, adverte.

Cuidados necessários com as lentes de contato 

O especialista aponta os 10 mandamentos para o uso correto das lentes de contato. São eles:

  1. Lavar bem as mãos e secá-las completamente antes de manusear as lentes; 
  2. Para limpar e armazenar, usar somente as soluções próprias para limpeza de lentes de contato, fazer movimentos de fricção e enxaguar diariamente após o uso; 
  3. Todos os dias, ao colocar as lentes de contato, jogar fora toda a solução que ficou no estojo, limpá-lo com a própria solução e substituir o estojo a cada 3 meses; 
  4. Não usar a lente após seu vencimento, respeitando o prazo de validade do fabricante; 
  5. Não dormir com as lentes de contato; 
  6. Não tomar banho de chuveiro e nem mergulhar em mar, rio ou piscina com as lentes nos olhos; 
  7. Usar colírios lubrificantes próprios para o uso com lentes de contato; 
  8. As lentes de contato não substituem completamente os óculos, o uso deve ser alternado diariamente; 
  9. Faça a higiene dos cílios diariamente com xampu neutro ou produtos não oleosos testados para uso oftalmológico;
  10. O uso das lentes de contato deve ser acompanhado pelo oftalmologista.

Caso haja qualquer desconforto, dor, vermelhidão ou visão embaçada deve-se suspender o uso e procurar o médico.

Limite diário de uso

Tiago destaca que é muito importante alternar o uso das lentes de contato com os óculos e não ficar com as lentes por muitas horas seguidas. Isso porque a lente de contato fica na córnea, que é a película transparente que reveste o olho. 

Este tecido não tem vasos sanguíneos. Então, se você tem um objeto impedindo a melhor oxigenação da córnea, ao longo de horas e horas seguidas, ela irá acabar sofrendo a falta de oxigenação. De acordo com o médico, isso ocorre mesmo com as lentes mais modernas, que favorecem uma melhor oxigenação da córnea. De todo jeito, não será a mesma coisa de a córnea estar livre, destaca.

A falta de oxigenação da córnea, quando aguda, gera embaçamento, olhos vermelhos, dor, irritação com as lentes de contato. Às vezes, a pessoa precisa ficar um tempo sem usar lentes de contato para recuperar o tecido.

“A falta de oxigenação crônica da córnea é mais grave, pois não dá sintomas e a córnea vai ficando toda danificada. As células da última camada da córnea podem morrer, e elas não são capazes de se regenerar”, alerta o oftalmologista. 

De acordo com o passar dos anos, a córnea pode se descompensar. Essas células são responsáveis por manter a córnea transparente para que tenhamos a melhor visão e, sem elas, o tecido pode ficar esbranquiçado, levando à perda da visão e até à necessidade de transplante.

Além disso, o médico destaca que a lente de contato causa atrapalha a lubrificação da córnea. Ficando muito tempo com ela, pode-se desenvolver olho seco, fissuras, causar inflamações e atrapalhar o uso de novas lentes.

Advertisement

Você também vai gostar

Doenças

Mais de 65 milhões de pessoas possuem catarata em todo o mundo, a maioria idosos, e a única forma de tratar a condição é...

Notícias

Colocado através de cirurgia, o implante coclear é indicado para pacientes com perda auditiva severa à profunda

Notícias

Compressões na coluna vertebral podem pode afetar a funcionalidade dos nervos, levando a sensação de formigamento nas mãos e nos dedos

Doenças

A sarcopenia diminui a massa muscular, a força e, com isso, a qualidade de vida de pessoas idosas - especialmente as sedentárias