Connect with us

O que você está procurando?

Saúde Mental

Ansiedade foi um problema no último ano? Saiba como prevenir em 2024

Psiquiatra dá 5 dicas para reduzir os sintomas da ansiedade ao longo do ano, visto que o transtorno se fez muito presente em 2023

Ansiedade foi um problema no último ano? Saiba como prevenir em 2024
Ansiedade foi um problema no último ano? Saiba como prevenir em 2024 - Foto: Shutterstock

O Brasil é o país mais ansioso do mundo, indica a Organização Mundial da Saúde. Dados do último ano apontam que 26,8% dos brasileiros já receberam diagnóstico médico da doença, o que mostra como a ansiedade foi um grande problema em 2023. Infelizmente, sem o cuidado adequado, o cenário tende a permanecer ao longo de 2024. 

De acordo com o médico psiquiatra, Dr. Flávio H. Nascimento, especialista em tratamento de ansiedade, o aumento recente da doença se deve a vários fatores, mas o uso de redes sociais é o maior destaque.

“Diversos fatores podem ser citados como essenciais para o aumento da incidência da doença, mas o uso desenfreado de redes sociais é um dos principais, em especial vídeos e áudios acelerados e os vídeos curtos que são sucesso atualmente e contribuem para tornar a população mais ansiosa no dia a dia”, explica.

Infelizmente, sem o cuidado adequado, o cenário tende a permanecer ao longo de 2024. Pensando nisso, o especialista separou 5 conselhos que podem ajudar a controlar o transtorno durante o ano. Confira:

5 dicas para prevenir a ansiedade em 2024

1 – Pratique técnicas de relaxamento: “Experimente métodos como respiração profunda, meditação consciente ou yoga para reduzir o estresse e promover o relaxamento”, aconselha o Dr. Flávio H. Nascimento.

2 – Mantenha um estilo de vida saudável: “Faça exercícios regularmente, mantenha uma dieta equilibrada e durma o suficiente para fortalecer seu bem-estar físico e mental. É preciso um cuidado no dia a dia para prevenir certas condições, como a ansiedade, que está muito ligada a hábitos”, reforça.

3 – Estabeleça limites e organize-se: “Defina limites saudáveis, priorize tarefas e evite sobrecarregar-se. Isso se refere não só a trabalho em excesso, mas também a dispositivos eletrônicos em excesso, especialmente redes sociais em demasia”, aconselha o médico.

4 – Fique conectado (de verdade): “Estar online não quer dizer que você está realmente mantendo contato social. Portanto, tenha contato com amigos e familiares, interações sociais. Compartilhar preocupações ajuda a aliviar a ansiedade”, diz o psiquiatra.


5 – Conte com a ajuda de um profissional: “O acompanhamento profissional, ao contrário do que muitos pensam, não diz respeito apenas ao tratamento, mas também à prevenção. Por isso, procurar ajuda profissional é essencial no combate à ansiedade, mesmo que de forma preventiva”, explica Flávio.

Advertisement

Você também vai gostar

Emagrecer

Pacientes que pretendem se submeter a uma cirurgia bariátrica passam por um longo e desafiador caminho de preparação

Alimentação

Para quem sofre com sintomas como inchaço, fadiga, insônia e imunidade baixa, a dieta anti-inflamatória pode ser uma solução

Notícias

Corredora utilizou cera de cabelo para fazer tranças e, após transpirar, o produto atingiu os olhos causando uma inflamação na córnea

Notícias

Medir a pressão arterial é fundamental para prevenir uma série de doenças graves. Saiba como fazer adequadamente