Connect with us

O que você está procurando?

Saúde Bucal

Cápsulas mastigáveis para higiene bucal funcionam? Dentista explica

As cápsulas mastigáveis surgiram no rol de produtos inovadores para saúde bucal. Saiba se elas funcionam e até onde seu uso é recomendado

Cápsulas mastigáveis para higiene bucal funcionam? Dentista explica
Cápsulas mastigáveis para higiene bucal funcionam? Dentista explica - Foto: Shutterstock

Já faz algum tempo que o mercado de higiene bucal ultrapassou os limites de produtos como escovas de dentes, creme e fio dental, e enxaguantes bucais. Afinal, a cada dia surgem novas invenções do mercado, como é o caso das cápsulas mastigáveis. Mas será que elas realmente funcionam?

A Dra. Ilana Marques, dentista da IGM Odontopediatria, explica que as cápsulas mastigáveis para higiene bucal contém ingredientes destinados a promover a saúde bucal quando mastigados e misturados com saliva. 

“Geralmente, contêm agentes como bicarbonato de sódio, flúor e outros ingredientes que ajudam a neutralizar ácidos, combater bactérias e refrescar o hálito. Eles oferecem uma alternativa conveniente para a higiene bucal quando escovar os dentes não é uma opção imediata”, afirma.

Cápsulas mastigáveis funcionam?

De acordo com Ilana, as cápsulas mastigáveis para higiene bucal podem ajudar a refrescar o hálito e fornecer alguma limpeza temporária, mas não substituem completamente a escovação e o uso de fio dental

“Elas geralmente contêm ingredientes como bicarbonato de sódio e flúor, que podem ajudar a neutralizar ácidos e combater bactérias, mas. É importante usá-las como complemento, não como substituto, para uma rotina completa de cuidados bucais”, enfatiza a especialista.

Quais as vantagens?

Apesar de não dispensarem uma rotina adequada de higiene bucal, as cápsulas mastigáveis têm suas vantagens, como Ilana destaca:

  • Portabilidade: São fáceis de transportar e podem ser usadas em qualquer lugar, tornando-as convenientes para situações em que a escovação não é possível;
  • Refrescam o hálito: Muitas cápsulas contêm ingredientes que ajudam a refrescar o hálito, proporcionando uma sensação de frescor na boca;
  • Neutralizam ácidos: Alguns ingredientes presentes nas cápsulas, como bicarbonato de sódio, ajudam a neutralizar os ácidos na boca, contribuindo para a saúde bucal;
  • Complementam a higiene bucal: Embora não substituam a escovação e o uso de fio dental, as cápsulas mastigáveis podem complementar a higiene bucal regular, especialmente quando escovar os dentes não é uma opção imediata.

Quais produtos são realmente necessários para manter uma higiene bucal adequada?

Como vimos, o mercado pode ser bastante criativo quando se refere a produtos destinados à higiene bucal. No entanto, não é preciso inovar muito quando o assunto é manter os dentes saudáveis e um hálito fresco.

De acordo com a dentista, para manter uma higiene bucal adequada, os produtos essenciais incluem:

  • Escova de dentes: Essencial para remover a placa bacteriana e os resíduos de alimentos dos dentes;
  • Pasta de dente com flúor: Ajuda a fortalecer o esmalte dos dentes e a prevenir cáries;
  • Fio dental: Importante para limpar entre os dentes e abaixo da linha da gengiva, onde a escova não consegue alcançar.

Além disso, a profissional destaca o caso dos enxaguantes bucais, que podem ajudar a reduzir a placa bacteriana e refrescar o hálito, mas não é essencial para uma boa higiene bucal.

E, além desses produtos, Ilana destaca a importância de realizar visitas regulares ao dentista para limpezas profissionais e exames odontológicos. Afinal, essa conduta é fundamental para detectar e tratar problemas bucais precocemente. 

“Não é necessário ir muito além disso porque esses produtos e práticas são eficazes para manter a saúde bucal, desde que sejam usados ​​corretamente e com regularidade. seu efeito é limitado em comparação com uma boa higiene bucal regular, causando irritação ou desequilíbrio nos níveis de bactérias na boca”, destaca a dentista.

Cápsulas mastigáveis podem trazer riscos

As cápsulas mastigáveis para higiene bucal geralmente são seguras quando usadas conforme as instruções. No entanto, há alguns possíveis riscos associados ao seu uso excessivo ou incorreto. Ilana destaca os principais:

  • Desgaste do esmalte: Algumas cápsulas podem conter ingredientes abrasivos, como bicarbonato de sódio, que, se usados em excesso, podem causar desgaste do esmalte dos dentes;
  • Excesso de flúor: Se as cápsulas contiverem flúor em quantidades excessivas e forem usadas em conjunto com outros produtos de higiene bucal que também contenham flúor, pode ocorrer fluorose dentária, que é uma condição em que os dentes desenvolvem manchas brancas devido ao excesso de flúor;
  • Dependência: O uso regular de cápsulas mastigáveis para higiene bucal não deve substituir a escovação e o uso de fio dental. Dependendo exclusivamente delas pode levar a uma falsa sensação de limpeza e descuido com a higiene bucal completa.

“É importante usar esses produtos com moderação e como complemento, não como substituto, para uma rotina completa de cuidados bucais. Se houver preocupações com os ingredientes ou efeitos colaterais das cápsulas mastigáveis, é sempre melhor consultar um dentista”, reforça a especialista.

Advertisement

Você também vai gostar

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema

Beleza

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais feitas no Brasil, mas ainda é cercada de muitos mitos e tabus

Dor

Ortopedista aponta que a dor pode surgir no quadril sem percebermos, e irradiar para o joelho, causando bastante desconforto