Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Cirurgia para mudar cor dos olhos tem riscos, alertam oftalmologistas

O vídeo de um homem realizando queratopigmentação para mudar a cor dos olhos viralizou nas redes sociais, chamando a atenção de especialistas

Cirurgia para mudar cor dos olhos tem riscos, alertam oftalmologistas
Cirurgia para mudar cor dos olhos tem riscos, alertam oftalmologistas - Foto: Shutterstock

Quem nunca desejou ter olhos claros? Para isso, é comum recorrer ao uso de lentes de contato, ou até mesmo a efeitos em redes sociais. No entanto, algumas pessoas vão além, e realizam procedimentos cirúrgicos para mudar a cor dos olhos. 

Um caso recente viralizou nas redes sociais. Trata-se de um vídeo que mostra um homem sendo submetido a queratopigmentação, procedimento para alterar a cor dos olhos. A página que divulgou o vídeo é do médico Alexander Movshovich, especialista de Nova York, nos Estados Unidos. O conteúdo já acumula mais de 5 milhões de visualizações.

O especialista responsável garante que o procedimento é seguro e permanente. Contudo, médicos oftalmologistas alertam para os riscos envolvidos na queratopigmentação.

O que é a queratopigmentação

A queratopigmentação é um procedimento para desenhar em córneas, com o objetivo de melhorar a estética de olhos que não enxergam, explica a Dra. Juliana Lasneaux, médica oftalmologista do CBV-Hospital de olhos.

“Por exemplo, se a pessoa perdeu a visão e a córnea que era transparente e ficou toda branca, o oftalmologista pode pintar para ficar parecido com o olho saudável. Não há indicação para fazer este procedimento em olhos saudáveis”, destaca a especialista.

Juliana alerta que o procedimento pode acarretar em riscos como infecções, perfuração, endoftalmite (pus dentro do olho), perda da córnea, cegueira e até perda do globo ocular. Já a Dra. Nubia Vanessa, também médica oftalmologista do CBV-Hospital de Olhos, compara a queratopigmentação com uma tatuagem na córnea. 

Segundo ela, não existe indicação médica para este tipo de procedimento, pois os riscos são altíssimos. A profissional adverte as altas chances de infecções secundárias, levando à alterações na córnea, evoluindo para a necessidade de transplante e até mesmo à perda da qualidade visual. 

“Você pode fazer um procedimento estético e perder a visão por conta disso. Além disso, pode haver um processo inflamatório crônico, levando a um aumento da pressão ocular, a uma catarata, e a alterações de diversos tecidos que compõem a estrutura do globo ocular. Então não existe, na verdade, indicação para fazer isso”, reforça a médica.

Como mudar a cor dos olhos sem colocar a visão em risco?

Conforme Juliana, nenhuma técnica cirúrgica para mudar a cor dos olhos é segura. Isso porque seus riscos são enormes. “No máximo, o uso de lentes de contato coloridas com acompanhamento do oftalmologista”, diz a profissional.

Nubia destaca a importância de ter o acompanhamento de um oftalmologista para utilizar as lentes de contato. “Isso porque se as lentes não forem usadas e indicadas adequadamente, o paciente pode ter algum risco, como lesão corneana, inflamação e conjuntivite alérgica, dependendo da procedência dessas lentes”, afirma.

Para a Dra. Juliana Lasneaux, no entanto, o ideal é deixar a pigmentação ocular como está. “Não mude a cor dos seus olhos! Cada pessoa é única e a íris é diferente para cada indivíduo. É como sua digital, só tem uma de você”, conclui a médica.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

Estudo mostrou que 88% das pessoas de todo o mundo têm menos vitamina D no corpo do que o recomendado, o que causa diversos...

Doenças

Marrone, da dupla com Bruno, foi diagnosticado com estágio avançado de glaucoma em ambos os olhos. Entenda a gravidade

Doenças

O ceratocone está entre as principais motivações para o transplante de córnea – tanto em adultos, como em crianças

Doenças

As baixas temperaturas e outras características da estação diminuem a imunidade e aumentam a circulação de vírus, como da conjuntivite