Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Cuidado: o estresse pode te levar à surdez, diz especialista

Audiologista aponta os potenciais riscos que o estresse pode oferecer à saúde, especialmente ao comprometimento da audição

Cuidado: o estresse pode te levar à surdez, diz especialista
Cuidado: o estresse pode te levar à surdez, diz especialista - Foto: Shutterstock

Seja por conta de uma rotina com uma sobrecarga de compromissos e obrigações, por problemas financeiros e pessoais, ou ainda pelo acúmulo de informações às quais somos expostos diariamente – o estresse é um componente comum da vida moderna. No entanto, ele pode causar uma série de problemas de saúde, e inclusive levar à surdez.

Qual a relação entre o estresse e a surdez?

De acordo com a Dra. Ariane Gonçalves, audiologista e especialista em audição da clínica AudioFisa, o estresse pode contribuir indiretamente para a perda auditiva de várias maneiras. 

“Primeiramente, o estresse crônico pode desencadear ou agravar condições de saúde que afetam a audição, como hipertensão e problemas cardiovasculares. Além disso, o estresse pode aumentar a tensão muscular, incluindo os músculos do pescoço e ombros. Isso pode afetar a circulação sanguínea e a saúde dos ouvidos”, diz a especialista.

Mas não acaba por aí: o estresse também pode levar a comportamentos prejudiciais à audição, como o uso excessivo de fones de ouvido em volumes altos como uma forma de “escapar” desse sentimento, pontua Ariane.

Sinais importantes de perda de audição

Por isso, é importante ficar atento aos sintomas de comprometimento da audição. De acordo com a audiologista, os primeiros sinais de alerta podem incluir dificuldade em entender conversas, especialmente em ambientes barulhentos, pedir repetições frequentes durante as conversas, aumentar o volume da televisão ou rádio, e sentir que as pessoas estão “murmurando”. 

“Se você ou alguém que você conhece estiver experimentando esses sintomas, é importante fazer uma avaliação auditiva com um profissional de saúde auditiva, como um otorrinolaringologista ou um audiologista”, destaca.

Outros problemas ocasionados pelo estresse

Não é só a audição que acaba prejudicada pelos altos e constantes níveis de estresse, como já vimos. Conforme Ariane, a sobrecarga emocional pode acarretar ainda distúrbios do sono, ansiedade, depressão, problemas gastrointestinais, dores de cabeça, hipertensão e uma variedade de condições relacionadas ao sistema imunológico. 

“O estresse prolongado pode desencadear respostas físicas e emocionais que podem impactar negativamente a saúde geral e o bem-estar”, complementa a profissional.

Tratamentos para a surdez

Ariante lembra que a surdez pode ser tratada e gerenciada, mas em muitos casos não há uma cura definitiva. O tratamento, contudo, pode variar dependendo da causa e gravidade da surdez. 

“Opções de tratamento incluem o uso de aparelhos auditivos, implantes cocleares para pacientes com perda auditiva severa a profunda, terapia auditiva para desenvolver habilidades de comunicação, e em alguns casos, cirurgia para corrigir problemas estruturais do ouvido”, afirma.

A profissional ressalta ainda que a saúde auditiva é fundamental para uma boa qualidade de vida. Portanto, é essencial fazer exames auditivos regulares, evitar a exposição a ruídos muito altos e procurar ajuda profissional assim que surgirem problemas auditivos. 

“Além disso, abordar o estresse de maneira eficaz por meio de técnicas de gerenciamento do estresse, como exercícios de relaxamento, atividades físicas regulares, hobbies relaxantes e apoio emocional, pode ajudar a minimizar os impactos negativos na audição e na saúde geral”, finaliza a especialista.

Advertisement

Você também vai gostar

Saúde Mental

Professor de yoga ensina 5 exercicios eficazes no combate dos sintomas de ansiedade, bem como de outros problemas de saúde mental

Notícias

Especialista destaca a importância e detalha como é feito o check-up auditivo, quais exames inclui e quando fazer

Fitness

Sexóloga aponta 6 impactos positivos da prática regular de atividade física na saúde e no bem-estar sexual feminino

Beleza

Tanto a pele quanto as unhas exigem cuidados redobrados durante o inverno. Especialista dá dicas de como manter o autocuidado diário