Connect with us

O que você está procurando?

Saúde Bucal

Dentista recomenda não beijar desconhecidos neste Carnaval; entenda

Evitar bocas desconhecidas e não compartilhar copos e utensílios estão entre as dicas para evitar problemas orais neste Carnaval

Dentista recomenda não beijar desconhecidos neste Carnaval; entenda
Dentista recomenda não beijar desconhecidos neste Carnaval; entenda - Foto: Shutterstock

O Carnaval é a época de maior azaração em todo o ano no Brasil. Afinal, além de toda a tradição, a folia também é sinônimo de muito flerte e beijo na boca, o que pede cuidados específicos com a saúde, sobretudo oral.

De acordo com a dentista Giovanna Zanini Rodrigues, pós-graduanda em prótese pelo Instituto Americano de Odontologia em Brasília (DF), o beijo é o meio de transmissão de uma série de doenças, que merecem atenção especial neste Carnaval. Confira:

  • Mononucleose infecciosa (ou doença do beijo): causada pelo vírus Epstein-Barr, pode ser transmitida pelo contato próximo, como beijos. Os sintomas incluem febre, dor de garganta, fadiga e aumento dos gânglios linfáticos.
  • Herpes labial (herpes simplex vírus tipo 1): é altamente contagioso e pode ser transmitido através do contato direto, incluindo beijos. Causa o aparecimento de bolhas dolorosas nos lábios ou ao redor da boca.
  • Gripe e resfriados: vírus respiratórios, como o vírus da gripe e rinovírus, podem ser transmitidos pelo contato próximo, incluindo beijos. Os sintomas incluem febre, coriza, tosse e dor de garganta.
  • Infecções bacterianas: algumas infecções bacterianas, como a faringite estreptocócica (causada pelo Streptococcus pyogenes), também podem ser transmitidas pelo contato próximo, incluindo beijos.

Por isso, a profissional pede cuidado durante as festas do feriado – e a primeira conduta seria evitar beijar desconhecidos. “É também importante praticar hábitos saudáveis de higiene. Isto é, lavar as mãos regularmente e evitar compartilhar utensílios ou copos. Assim é possível reduzir o risco de contrair ou transmitir essas doenças durante o Carnaval”, diz Giovanna.

Outros riscos para a saúde bucal

A dentista lembra que, além das doenças envolvendo o beijo, há uma série de outros potenciais danos para a saúde oral durante o Carnaval. São eles:

  • Aumento do consumo de açúcar: bebidas e alimentos consumidos durante as festas de Carnaval, como refrigerantes, doces e bebidas alcoólicas açucaradas, podem aumentar o risco de cáries dentárias devido ao alto teor de açúcar;
  • Redução na higiene bucal: durante as festividades, as pessoas podem se esquecer de escovar os dentes regularmente ou podem não ter acesso a uma escova de dentes e pasta dental. Isso pode levar a um acúmulo de placa bacteriana e aumento do risco de cáries e doenças gengivais;
  • Consumo de alimentos ácidos: alimentos e bebidas ácidas, como refrigerantes, sucos cítricos e frutas ácidas, podem corroer o esmalte dos dentes. Isso os torna mais suscetíveis a cáries e sensibilidade dentária;
  • Traumas dentários: atividades festivas podem aumentar o risco de traumas dentários, como quedas ou acidentes, especialmente em ambientes lotados e com consumo excessivo de álcool.
  • Boca seca (xerostomia): o consumo de álcool durante o Carnaval pode levar à desidratação e redução da produção de saliva. A consequência é o aumento do risco de cáries e infecções bucais.

Carnaval também é época de cuidar da boca

Por outro lado, é possível cuidar da saúde oral mesmo aproveitando a folia. Giovanna dá as seguintes dicas:

  • Escovação regular: escove os dentes pelo menos duas vezes ao dia, de preferência após as refeições. Além disso, use uma escova de dentes com cerdas macias e creme dental com flúor;
  • Mantenha a escovação mesmo fora de casa: se não for possível escovar os dentes após as refeições, pelo menos faça bochechos com água ou enxaguante bucal para remover os resíduos de alimentos temporariamente; 
  • Use fio dental: use fio dental diariamente para remover a placa bacteriana e os resíduos de alimentos entre os dentes e ao longo da linha da gengiva;
  • Evite alimentos e bebidas açucaradas: limite o consumo de alimentos e bebidas açucaradas, como refrigerantes, doces e bebidas alcoólicas açucaradas, para reduzir o risco de cáries dentárias; 
  • Beba água regularmente: beba bastante água durante as festividades para manter a hidratação e estimular a produção de saliva, pois ela ajuda a proteger os dentes contra cáries; 
  • Evite alimentos e bebidas ácidas: limite o consumo de alimentos e bebidas ácidas, como refrigerantes, sucos cítricos e frutas ácidas, que podem corroer o esmalte dos dentes.
  • Evite beijar desconhecidos: a fim de evitar a propagação de doenças transmitidas pelo beijo, o ideal é evitar esta ação.

Conforme a especialista, seguir esses hábitos de higiene bucal durante o Carnaval pode ajudar a preservar a saúde dos dentes e prevenir problemas bucais.

“Mesmo durante os dias agitados do Carnaval, é importante reservar alguns minutos para cuidar da saúde bucal, realizando a escovação e o uso de fio dental pelo menos duas vezes ao dia. Esses pequenos cuidados diários podem fazer uma grande diferença na saúde bucal a longo prazo”, destaca.

Advertisement

Você também vai gostar

Emagrecer

Pacientes que pretendem se submeter a uma cirurgia bariátrica passam por um longo e desafiador caminho de preparação

Alimentação

Para quem sofre com sintomas como inchaço, fadiga, insônia e imunidade baixa, a dieta anti-inflamatória pode ser uma solução

Notícias

Corredora utilizou cera de cabelo para fazer tranças e, após transpirar, o produto atingiu os olhos causando uma inflamação na córnea

Notícias

Medir a pressão arterial é fundamental para prevenir uma série de doenças graves. Saiba como fazer adequadamente