Connect with us

O que você está procurando?

Câncer

Dia da Mentira: 5 mitos que te contaram sobre o câncer

Médico oncologista esclarece cinco mentiras sobre o câncer que se tornaram populares e, por isso, podem atrapalhar a detecção e o tratamento

Dia da Mentira: 5 mitos que te contaram sobre o câncer
Dia da Mentira: 5 mitos que te contaram sobre o câncer - Foto: Shutterstock

Hoje (01/04), em todo o Brasil, é o Dia da Mentira. A data ficou popular graças à oportunidade de pregar peças em amigos e familiares, mas também é uma oportunidade para esclarecer alguns mitos sobre a saúde. E, se tem um problema cercado de informações desencontradas e até mesmo algumas mentiras, esse problema é o câncer.

O médico oncologista Dr. Daniel Gimenes aproveitou o 1º de abril para esclarecer alguns mitos famosos que giram em torno do câncer. Confira:

1. Esquentar alimentos no microondas aumenta o risco de câncer – MITO

Segundo o especialista, até o momento, não existem evidências científicas que comprovem o risco de câncer relacionado ao uso do microondas. Sabe-se, inclusive, que a radiação interna do aparelho é testada nos altos padrões de segurança. Por isso, é essencial adquirir apenas eletrônicos com o certificado do InMetro.

2. Airfryer é cancerígena – MITO

A principal relação entre o aparelho e o câncer, de acordo com o oncologista, se dá por substâncias liberadas durante o preparo dos alimentos. A principal delas é a acrilamida. “Em animais, por exemplo, existe sim uma possível ligação de alimentos que contêm acrilamida ao risco de câncer. Mas, no caso dos humanos, não existem fatos científicos que comprovem a condição, por isso, a airfryer não é considerada cancerígena”, esclarece.

3. Desodorante pode causar câncer – MITO

“Vale lembrar que não existem evidências científicas que comprovem o fato, principalmente sua relação com o câncer de mama”, esclarece o médico.

4. Câncer é contagioso – MITO

Ele não pode passar de uma pessoa para a outra. Porém, no caso de o câncer ser causado por algum vírus, como o do HPV ou hepatite B, pode haver um risco de contaminação por relações sexuais, transfusões de sangue e seringas compartilhadas. Mas, vale lembrar que nestes casos a infecção não garante que o paciente irá desenvolver a doença. Sem falar que a vacinação completa pode prevenir algumas dessas infecções.

5. Açúcar pode acelerar o crescimento do tumor – MITO

O alimento, segundo o médico, não é considerado uma substância cancerígena. “Até o momento, não existem provas científicas de que ele pode acelerar o crescimento de um tumor. Portanto, deixar de consumi-lo não significa que o processo deixará de acontecer”, explica. No entanto, vale ressaltar que o consumo exagerado da substância pode provocar outras doenças, como diabetes e obesidade.

Prevenção

Além de esclarecer os principais mitos e desinformações, é preciso tomar algumas atitudes para prevenir o câncer, ou então favorecer uma possível detecção precoce. De acordo com o Dr. Rubens de Fraga Júnior, especialista em geriatria e gerontologia da Faculdade Evangélica Mackenzie do Paraná (FEMPAR), 30% a 50% dos casos de câncer, no geral, podem ser prevenidos. Por isso, o especialista listou algumas atitudes necessárias para que isso aconteça. Confira:

  • Faça exames regulares de rastreamento do câncer. Essa é a principal maneira de detectar um tumor logo no início. Dessa forma, as chances de cura através do tratamento aumentam consideravelmente.
  • Evite o sobrepeso e a obesidade. O excesso de gordura corporal é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de câncer.
  • Realize atividades físicas. Além de ajudar a controlar o peso, os exercícios também reduzem o risco de doenças cardíacas e diabetes, por exemplo.
  • Tenha uma alimentação saudável. O consumo de frutas, vegetais, grãos e proteínas é fundamental para diminuir o risco de desenvolver câncer.
  • Tente não fumar. Segundo o Dr. Fraga, o uso do tabaco nos Estados Unidos é responsável por quase um quinto das mortes prematuras. E está associado à 80% dos óbitos relacionados ao câncer de pulmão.
  • Limite o uso de álcool. Assim como o cigarro, as bebidas alcoólicas podem aumentar o risco de desenvolver algum tipo de câncer.
Advertisement

Você também vai gostar

Doenças

Mais de 65 milhões de pessoas possuem catarata em todo o mundo, a maioria idosos, e a única forma de tratar a condição é...

Notícias

Colocado através de cirurgia, o implante coclear é indicado para pacientes com perda auditiva severa à profunda

Notícias

Compressões na coluna vertebral podem pode afetar a funcionalidade dos nervos, levando a sensação de formigamento nas mãos e nos dedos

Doenças

A sarcopenia diminui a massa muscular, a força e, com isso, a qualidade de vida de pessoas idosas - especialmente as sedentárias