Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Dia Mundial da Pneumonia: saiba como prevenir a doença

Resfriados mal cuidados podem evoluir para quadros de pneumonia. Doença é a principal causa de morte de crianças de até 5 anos

Dia Mundial da Pneumonia: saiba como prevenir a doença
Dia Mundial da Pneumonia: saiba como prevenir a doença - Foto: Shutterstock

O Dia Mundial da Pneumonia surgiu em 2009, sob criação da Organização Mundial da Saúde (OMS), com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de prevenir a doença. Afinal, essa é a principal causa de morte infantil no Brasil, como aponta a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT). Em todo o mundo, uma criança morre a cada 39 segundos vítima de pneumonia, segundo dados da Unicef.

A pneumonia é uma doença inflamatória aguda que acomete os pulmões. Ela pode ser provocada por bactérias, vírus, fungos ou pela inalação de produtos tóxicos. Se não for tratada adequadamente, o quadro pode agravar, levando o paciente à morte.

Sintomas e transmissão da pneumonia

De acordo com o Ministério da Saúde, os principais sintomas da pneumonia são:

  • Tosse com catarro;
  • Dor no tórax, que piora ao respirar;
  • Mal-estar geral;
  • Falta de ar;
  • Febre.

A transmissão da pneumonia ocorre pelo ar, saliva, secreções ou transfusão de sangue. Também é comum o aumento de casos durante o inverno, devido a mudanças bruscas de temperatura. As alterações no clima comprometem o funcionamento dos pelos do nariz responsáveis pela filtragem do ar aspirado, o que leva a uma maior exposição aos microorganismos causadores da doença.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico da pneumonia é clínico, com realização de auscultação dos pulmões e radiografias de tórax. O tratamento, no entanto, depende dos microorganismos causadores da infecção. Nas pneumonias bacterianas, é indicado o uso de antibióticos.

Na maioria das vezes, a pneumonia é viral – isto é, causada por vírus. Nesse caso, o tratamento inclui apenas medicamentos para aliviar os sintomas, como febre e dor. Pode ser necessário também o uso de antivirais, caso a doença avance para quadros graves.

Já nas pneumonias fúngicas, são necessários medicamentos específicos. O Ministério da Saúde destaca que, sem tratamento, a pneumonia pode evoluir para um quadro mais grave, causando até a morte.

Como prevenir uma pneumonia

Ainda de acordo com o ministério, os fatores de risco para a doença são:

  • Fumo, pois provoca reação inflamatória que facilita a penetração de agentes infecciosos;
  • Consumo de álcool, o que interfere no sistema imunológico e na capacidade de defesa do aparelho respiratório;
  • Exposição excessiva ao ar-condicionado, pois o aparelho deixa o ar muito seco, facilitando a infecção por vírus e bactérias;
  • Resfriados mal cuidados;
  • Mudanças bruscas de temperatura.

Com isso, as principais formas de prevenir a doença incluem evitar esses maus hábitos. Também é importante evitar aglomerações e manter as vacinas em dia. Aliás, além da vacina da gripe, há também a vacina anti-pneumocócica para prevenir as pneumonias causadas pela bactéria ‘pneumococo’. Em caso de contágio, a imunização diminui a intensidade dos sintomas e evita as formas graves da doença.

Fonte: Ministério da Saúde.

Advertisement

Você também vai gostar

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema

Beleza

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais feitas no Brasil, mas ainda é cercada de muitos mitos e tabus

Dor

Ortopedista aponta que a dor pode surgir no quadril sem percebermos, e irradiar para o joelho, causando bastante desconforto