Connect with us

O que você está procurando?

Saúde Mental

Fadiga: 3 maus hábitos que te deixam mais cansado

A fadiga, ou exaustão, é resultado de uma série de fatores. Médico nutrólogo explica o que pode nos deixar mais cansados e revela como driblar o mal-estar

Fadiga: 3 maus hábitos que te deixam mais cansado
Fadiga: 3 maus hábitos que te deixam mais cansado - Foto: Shutterstock

Você provavelmente já sentiu um cansaço constantemente, comumente chamado de fadiga ou exaustão. Essa sensação costuma atrapalhar a realização de atividades do dia a dia. Por isso, identificar os causadores desse mal-estar e saber como evitá-los é essencial.

Em muitos casos, quadros de depressão, mesmo que leves, estão associados ao cansaço excessivo. Isso porque a maioria dos pacientes com o distúrbio não têm um sono reparador, o que gera mais dificuldade para lidar com o estresse do cotidiano.

O médico nutrólogo Dr. Ronan Araujo explica que os quadros de fadiga podem ser resultado de diversos fatores. Algumas vezes, são consequência de excesso de esforço físico, mental ou até mesmo devido à pressão do trabalho ou dos estudos. No entanto, na maior parte dos casos, a exaustão é uma consequência do estilo de vida que levamos.

O especialista destaca os principais hábitos responsáveis por causar a famosa fadiga:

Sedentarismo

Conforme o médico, nosso cérebro muitas vezes tende a nos boicotar para não sairmos da famosa zona de conforto. Por isso, iniciar alguma atividade ou exercício físico pode ser um grande desafio, o que acaba nos levando ao sedentarismo.

Quando o corpo se acostuma com a vida sedentária, é comum sentir preguiça física e mental só de pensar em se movimentar. No entanto, o ideal é ignorar a preguiça e se exercitar.

“Além dos prejuízos nos aspectos físicos, como o desenvolvimento de fadiga crônica, aumento do risco para doenças crônicas, por exemplo, diabetes e hipertensão, o sedentarismo também está associado ao risco de desenvolver depressão e transtornos de ansiedade.” alerta o Dr. Ronan.

Sono de má qualidade

Sem um sono reparador, é comum nosso corpo apresentar sinais de sonolência, fadiga, falta de concentração ou foco, e também irritação e estresse. Além disso, o organismo também se torna mais frágil, ficando suscetível à ação de vírus e bactérias causadores de gripes, resfriados e doenças crônicas.

Apenas uma noite mal dormida já pode ocasionar uma série de problemas. De acordo com o Dr. Ronan, um terço da população está dormindo 2 a 3 horas a menos do que o necessário, e uma parte da população dorme até menos do que isso.

“Um sono de má qualidade e não reparador, além de causar fadiga, pode gerar diversos outros problemas para a saúde, como, por exemplo, comprometer o sistema imunológico, aumentar problemas de memória, diminuir o foco e a concentração até mesmo em atividades simples, além de desregular o apetite, prejudicar a aparência e reduzir o tecido cerebral”, ressalta o médico.

Alimentação inadequada

Além das atividades que realizamos diariamente, a alimentação também contribui para o cansaço físico e mental, aponta o médico. O excesso de carboidratos, gorduras e açúcares refinados, além da deficiência de proteínas, vitaminas e minerais, são grandes contribuintes para o aumento da fadiga.

O Dr. Ronan destaca que uma dieta desbalanceada sobrecarrega o sistema digestivo, inflama o corpo e subtrai consideravelmente a energia do organismo.

Como se livrar dos sintomas da fadiga

O médico destaca as formas mais eficientes de reduzir a sensação de fadiga e os impactos negativos do cansaço no dia a dia:

  • Mude seus hábitos de vida;
  • Pratique atividade física com orientação;
  • Melhore seus hábitos de sono;
  • Mantenha alimentação mais equilibrada e saudável;
  • Faça consultas regulares com um médico nutrólogo;
  • Use técnicas de relaxamento, como a meditação.
Advertisement

Você também vai gostar

Beleza

Celebridades como Jennifer Aniston, Kim Kardashian e Tatá Werneck já fizeram o tratamento facial com esperma de salmão

Medicamentos

Seja para tratar doenças ginecológicas ou combater os efeitos da menopausa, conheça as funções do implante hormonal

Dor

Sensação de pressão, chiado e dor de cabeça são sintomas que geralmente acompanham a dor de ouvido. A condição causa incômodo intenso, o que...

Alimentação

Ricas em vitaminas e proteínas, as sementes de cânhamo são consideradas um superalimento graças aos impactos positivos no organismo